1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

Ataques suicidas atingem área turística na Somália

Ao menos oito pessoas são mortas em atentados contra hotel e restaurante em Mogadíscio. Local é frequentado por turistas, políticos e membros da diáspora somaliana. Grupo extremista Al Shabaab teria assumido autoria.

Ao menos oito pessoas morreram e 21 ficaram feridas em dois ataques suicidas contra um hotel e um restaurante em Mogadíscio, capital da Somália, nesta quinta-feira (21/01), informaram fontes da polícia local.

Os supostos militantes da organização extremista Al Shabaab invadiram o Beach View Hotel com um carro-bomba e abriram fogo contra hóspedes, segundo relato do agente policial Ahmed Aloley. Em seguida, um grupo de agressores entrou no edifício, de acordo com testemunhas.

"Depois da explosão, eu vi pelo menos quatro homens armados correndo para o hotel, disparando contra todos dentro e ao redor do hotel", disse Mustafa Elmi, um turista na praia de Lido. "Consegui escapar com ferimentos leves, mas houve pessoas que foram mortas a tiros no local."

Logo em seguida, outra explosão foi relatada no restaurante Lido Seafood, nas proximidades do hotel. "Acreditamos que a segunda explosão também foi realizada por um homem-bomba", disse Aloley.

Segundo o capitão da polícia local, Mohammed Hussein, a operação para capturar os islamistas estava "em curso", acrescentando que os extremistas podem ter tomado reféns no interior do restaurante. A expectativa é de que o número de mortes aumente.

Na área onde ocorreram os ataques, à beira-mar, estão localizados vários restaurantes e hotéis frequentados por políticos, membros da diáspora somaliana e outros dirigentes da administração.

Segundo a estação de rádio pró-rebelde Andalus, o Al Shabaab assumiu a responsabilidade pelos atentados.

PV/lusa/dpa/ap/rtr/afp

Leia mais