1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

Ataques em Jerusalém marcam 28º dia de conflito

Palestino joga escavadeira contra ônibus de passageiros e mata uma pessoa. Em outra parte da cidade, motoqueiro abre fogo contra soldado. Israel qualifica incidentes como "ataques terroristas".

Um palestino jogou uma escavadeira contra um ônibus de passageiros em Jerusalém, matando pelo menos uma pessoa e deixando vários feridos. Logo após o ataque, um motoqueiro, em outra parte da cidade, abriu fogo contra um soldado, deixando ele seriamente ferido.

Os ataques, qualificados por Israel como "terroristas", ocorreram durante um cessar-fogo unilateral de sete horas em Gaza para que ajuda humanitária chegasse às vítimas do conflito que entrou nesta segunda-feira (04/08) em seu 28º dia.

O ataque com a escavadeira foi registrado em uma rua que faz fronteira com Jerusalém Oriental. Israel considera toda Jerusalém como sua capital. Os palestinos reivindicam Jerusalém Oriental como a capital de seu futuro Estado.

Imagens transmitidas por uma emissora de televisão israelense mostravam a escavadeira batendo a pá gigante contra o ônibus. Segundo o porta-voz da polícia Micky Rosenfeld, um policial da área atirou contra o palestino e o matou. Um pedestre também foi morto.

"Por causa da reação rápida da polícia um incidente ainda mais grave foi evitado", disse o chefe de polícia Yossi Piranti.

A polícia, no entanto, ainda procura o homem que abriu fogo contra um soldado perto da Universidade Hebraica e depois fugiu de moto.

Israel lançou a ofensiva contra Gaza em 8 de julho, depois de o Hamas ter aumentado o número de ataques com foguetes contra o país. Segundo dados de autoridades palestinas, 1.831 pessoas foram mortas até agora – a maioria civil. Do lado israelense, 67 pessoas morreram – entre elas, três civis.

RM/dpa/ap/rtr

Leia mais