Ataques aéreos de Israel matam quatro pessoas na Faixa de Gaza | Notícias e análises internacionais mais importantes do dia | DW | 24.10.2012
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

Ataques aéreos de Israel matam quatro pessoas na Faixa de Gaza

Tensão entre israelenses e palestinos aumenta após a visita do emir do Catar à Faixa de Gaza e durante a passagem pela região da chefe da diplomacia europeia.

Na maior onda de violência na fronteira entre Israel e a Faixa de Gaza desde junho, o mais recente conflito começou na noite desta terça-feira (23/10), logo depois da visita do emir do Catar a Gaza ser encerrada.

Grupos palestinos dispararam foguetes contra o sul de Israel, ferindo seriamente duas pessoas.

Israel imediatamente lançou dois ataques aéreos contra o norte de Gaza, matando dois militantes do Hamas e ferindo mais sete pessoas, de acordo com médicos.

Outro ataque israelense na manhã desta quarta-feira matou um terceiro militante e feriu outro perto da cidade de Rafah.

Durante a manhã, o ministro da Saúde da Faixa de Gaza afirmou que um militante seriamente ferido nos primeiros ataques morreu em decorrência dos ferimentos.

Segundo o Exército israelense, até o início da tarde 68 foguetes foram disparados contra Israel, deixando seis pessoas feridas, duas delas em estado grave.

O Hamas, que controla Gaza desde 2007, divulgou um comunicado assumindo responsabilidade pelo ataque, junto com o Comitê de Resistência Popular.

A chefe da diplomacia europeia, Catherine Ashton, visita Israel nesta quarta-feira para conversar com líderes israelenses em Jerusalém. Mais tarde, ela se dirige a Ramallah para um encontro com o primeiro-ministro da Autoridade Palestina, Salam Fayyad.

Na quinta-feira ela visita o Líbano, tendo expressado sérias preocupações com a estabilidade do país após o atentado realizado semana passada e que matou oito pessoas, incluindo o chefe do serviço de inteligência.

RO/afp/rtr/dpa/dw
Revisão: Alexandre Schossler

Leia mais