1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

Ataque terrorista em Burkina Faso deixa mortos

Jihadistas ligados à Al Qaeda abriram fogo em restaurante e fizeram reféns em hotel na capital Ouagadougou. Ao menos dois carros bomba explodiram no centro comercial da cidade.

Um grupo de jihadistas islâmicos atacou um restaurante e fez reféns num hotel da capital de Burkina Faso nesta sexta-feira (15/01). De acordo com autoridades de saúde, ao menos 20 pessoas foram mortas e dezenas ficaram feridas.

Antes de invadir o Hotel Splendid, no centro comercial de Ouagadougou, três extremistas abriram fogo dentro do restaurante.

Depois de fazer hóspedes e funcionários reféns, eles trocaram tiros com as forças de segurança. Dois carros bomba explodiram do lado de fora. As embaixadas americana e francesa no país confirmaram que o atentado é terrorista.

Segundo o serviço americano de monitoramento de atividades terroristas Site Intelligence Group, o grupo terrorista Al Qaeda no Magreb Islâmico (AQIM, na sigla em inglês) reivindicou a autoria do ataque. O grupo divulgou que os "combatentes estão entricheirados" e que os "confrontos continuam contra os inimigos da religião."

Em dezembro, o grupo extremista convocou jihadistas de vários países, inclusive de Burkina Faso, a fazer ataques. A AQIM assumiu a autoria do atentado que deixou 20 mortos no Mali em novembro.

Os ataques desta sexta ocorrem poucas semanas depois da posse do novo presidente de Burkina Faso, Roch Kabore.

KG/rtr/ap

Leia mais