Ataque suicida mata dois soldados alemães no norte do Afeganistão | Notícias e análises internacionais mais importantes do dia | DW | 28.05.2011
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

Ataque suicida mata dois soldados alemães no norte do Afeganistão

Ataque conduzido por um homem-bomba deixou sete vítimas fatais, entre elas dois soldados alemães da Otan. Talibã assume autoria do atentado.

default

Sete pessoas – entre elas dois soldados alemães e dois oficiais de alto escalão da polícia afegã – foram mortas num ataque suicida na província de Takhar, no norte do Afeganistão. O governo da província havia inicialmente afirmado que três alemães morreram, mas o ministro da Defesa da Alemanha, Thomas de Maizière, confirmou a morte de dois soldados.

O ataque aconteceu após um encontro sobre segurança regional com o governador da província. "No final da reunião, quando queríamos sair, havia um homem-bomba esperando por nós no saguão. Ele explodiu a si mesmo", relatou um oficial à agência de notícias AFP.

Além das sete vítimas fatais, outras nove pessoas ficaram feridas, segundo o governo da província. O chefe da polícia do norte do Afeganistão, general Mohammed Daud Duad, e o chefe da polícia provincial também estão entre os mortos.

O comandante da Otan no norte do Afeganistão, o general alemão Markus Kneip, sobreviveu ao atentado.

Um porta-voz do Talibã disse que um homem-bomba do grupo fundamentalista foi o autor do atentado.

AS/dpa/afp
Revisão: Marcio Damasceno

Leia mais