1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

Ataque em praia da Tunísia deixa ao menos 27 mortos

Atirador armado com uma kalashnikov ataca pessoas numa praia de Sousse, popular destino turístico no leste do país. Ele é morto em troca de tiros com a polícia.

default

Hotel Marhaba Imperial teria sido um dos alvos do ataque

Ao menos 27 pessoas foram mortas, entre elas turistas, num ataque a tiros numa praia da cidade de Sousse, no leste da Tunísia, nesta sexta-feira (26/06), afirmou um porta-voz do Ministério do Interior do país. Autoridades disseram que se trata de um ataque terrorista.

Segundo o porta-voz do ministério, o ataque foi executado por um atirador com uma kalashnikov, que morreu durante a troca de tiros com a polícia. O ataque teria acontecido na praia, perto do hotel Marhaba Imperial. Testemunhas relataram cenas de pânico e confusão.

Sousse, a cerca de 140 quilômetros da capital, Túnis, é um dos resorts de praia mais populares do país, atraindo turistas da Europa e dos países vizinhos do Norte da África.

A Tunísia está em alerta máximo desde março, quando militantes islamistas atacaram o Museu do Bardo, em Túnis, matando 21 turistas estrangeiros e um policial. Foi um dos piores ataques da última década no Norte da África.

No Twitter, a chefe da diplomacia da União Europeia (UE), manifestou-se sobre os três atentados ocorridos nesta sexta-feira. "Tunísia, Kuwait, França: Europa e mundo árabe unidos como vítimas e na resposta. Terroristas querem nos dividir, mas nos unem ainda mais", escreveu.

O primeiro-ministro britânico, David Cameron, disse que o comitê de resposta emergencial do Reino Unido se reunirá ainda nesta sexta-feira para discutir os ataques na

França

e na Tunísia. "Esta é uma ameaça que todos nós enfrentamos. Esses incidentes tiveram lugar hoje na Tunísia e na França, mas podem acontecer em qualquer lugar", disse o premiê.

LPF/rtr/afp/rtr

Leia mais