1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

Ataque do EI mata quatro na fronteira do Iraque e Jordânia

"Estado Islâmico" reivindica autoria de atentados a bomba em postos da fronteira entre o Iraque e a Jordânia. Grupo terrorista diz que atentados foram realizados por combatentes islâmicos da Bélgica, França e Senegal.

Três carros-bomba explodiram em postos de controle na fronteira entre o Iraque e a Jordânia neste sábado (25/04), matando pelo menos quatro militares iraquianos, segundo Bagdá.

O grupo terrorista "Estado Islâmico" reivindicou logo em seguida a autoria do ataque por meio de sua conta no Twitter, afirmando que o atentado foi realizado por combatentes islâmicos da Bélgica, França e Senegal. Ainda segundo os terroristas, o número de mortos foi muito maior, e teria chegado a 40.

Autoridades do vilarejo iraquiano de Trebil, na fronteira com a Jordânia, informaram que três soldados e o chefe do controle na fronteira, capitão Salah al-Dulaimi, morreram no ataque. Doze militares iraquianos ficaram feridos e estão sendo tratados na Jordânia. Um funcionário do governo jordaniano disse que medidas adicionais de segurança foram tomadas.

A região se localiza na província iraquiana de Anbar, que faz fronteira com a Síria, Jordânia e Arábia Saudita. As forças de segurança iraquianas controlam a província, mas boa parte do território de Anbar está nas mãos do EI desde junho do ano passado, quando uma ofensiva jihadista levou o grupo a tomar faixas de território ao norte e ao oeste de Bagdá.

MSB/ap/afp/rtr

Leia mais