1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

Ataque contra mercado no Iraque deixa mais de 120 mortos

"Estado Islâmico" reivindica autoria de explosão de carro-bomba em Khan Beni Saad, a 35 quilômetros de Bagdá. Por medo de novos atentados, autoridades da província de Dijala cancelam todas celebrações do fim do Ramadã.

O governador da província iraquiana de Dijala, Muthana al-Tamimi, afirmou neste sábado (18/07) que ao menos 120 pessoas morreram após a explosão de um carro-bomba em um mercado na cidade de Khan Bani Saad, a 35 quilômetros ao nordeste de Bagdá. O ataque, que deixou cerca de 130 feridos, foi reivindicado no Twitter pelo grupo jihadista "Estado Islâmico" (EI).

A explosão ocorreu na noite de sexta-feira durante as celebrações do fim do mês sagrado do Ramadã. Segundo a polícia, o veículo usado no atentado carregava quase três toneladas de explosivos. Imagens feitas por emissoras de televisão mostram partes de corpos espalhados em meio a vários edifícios.

As autoridades da província cancelaram todas as celebrações realizadas no fim do Ramadã – que terminou na sexta-feira para os xiitas e acaba neste sábado para os sunitas – e decretaram três dias de luto. A região, próxima a Bagdá, é em grande parte controlada pela milícia terrorista "Estado Islâmico".

De acordo com números da ONU, desde o início dos combates entre as forças de segurança iraquianas e o EI, no início de 2014, morreram mais de 15 mil civis e 30 mil ficaram feridos.

FC/dpa/rtr/efe/ap/afp

Leia mais