1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

Ataque a ponto de ônibus mata civis na Ucrânia

A explosão de uma granada em Donetsk atinge um ônibus e um carro que passava próximo ao local. Pelo menos sete civis morreram. Após dias de intensa luta, exército retira tropas de aeroporto da cidade.

Poucas horas depois do encontro em Berlim para negociar um cessar-fogo na Ucrânia, um ataque próximo a um ponto de ônibus na cidade de Donetsk deixou pelo menos sete civis mortos e nove feridos nesta quinta-feira (22/01), segundo as autoridades locais.

De acordo com os separatistas pró-Rússia, no entanto, o número de mortos pode passar de dez. Os rebeldes acusam as forças de seguranças ucranianas pelo ataque. Janelas de lojas perto do local foram destruídas pela explosão.

Segundo as primeiras informações, uma granada teria sido jogada contra um ponto de ônibus. O líder separatista Alexander Sachartschenko estaria a caminho do local do ataque. O governo ainda não se manifestou sobre o bombardeio.

Retirada do aeroporto

Após uma semana de duros combates pelo controle do aeroporto de Donetsk, o Exército ucraniano confirmou na quinta-feira a retirada de suas tropas do local. "Ontem à noite nós tomamos a decisão de deixar o novo terminal", afirmou o porta-voz da instituição Vladyslav Seleznyov.

No domingo, os militares declararam ter assumido o controle do aeroporto. No entanto, os separatistas contestavam a informação, insistindo que o local estava em seu poder.

Segundo o porta-voz do Exército, nos últimos dias de conflito no leste ucraniano dez soldados foram mortos e outros 16 ficaram feridos. Mais de 4,8 mil pessoas morreram desde o início do conflito na Ucrânia, em abril de 2014.

CN/dpa/rtr/afp/lusa

Leia mais