1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Ciência e Saúde

Astronautas interrompem vazamento na Estação Espacial ISS

Numa caminhada espacial de mais de cinco horas, dois astronautas norte-americanos conseguiram consertar uma fuga de amoníaco no sistema de refrigeração da Estação Espacial Internacional ISS.

Dois astronautas conseguiram selar o vazamento de amoníaco na Estação Espacial Internacional (ISS), informou a Nasa neste sábado (11/05) após o sucesso da missão de dois astronautas. Na última quinta-feira, as autoridades espaciais norte-americanas anunciaram a fuga do material da ISS em direção ao espaço. O gás tóxico é usado para a refrigeração de um circuito elétrico da estação espacial, que está em órbita a cerca de 140 quilômetros da Terra.

Segundo a agência espacial norte-americana, a fuga de amoníaco foi consertada após a substituição de uma caixa de controle de uma bomba defeituosa, que os técnicos acreditam ter sido a origem do vazamento. Autoridades espaciais dos Estados Unidos e da Rússia ressaltaram que os danos provocados pela avaria não tinham colocado em risco nem a estação nem a tripulação, composta por seis pessoas.

Caminhada espacial

Após o anúncio do vazamento, uma equipe se preparou para uma missão extraordinária. Segundo especialistas, a tal caminhada espacial organizada às pressas nunca tinha acontecido anteriormente.

A caminhada dos astronautas Chris Cassidy e Tom Marshburn no espaço durou cerca de cinco horas e meia. As manobras foram observadas a partir da ISS pelo comandante canadense Chris Hadfield, assim como também pelos cosmonautas russos Roman Romanenko, Pavel Vinogradov e Alexander Missurkin.

Devido ao vazamento, um dos oito painéis solares que abastecem com energia a estação, teve de ser desligado. Os outros sete, que também possuem, cada um, seu próprio sistema de refrigeração, continuaram trabalhando normalmente. A amônia percorre sistema que refrigera esses painéis.

Kühlsystem der ISS hat ein Leck

Ação dos astronautas para corrigir o problema foi acompanhada por equipe na Terra

Origem desconhecida

Em novembro de 2012, constatou-se outro vazamento no sistema de refrigeração da ISS. Ele foi consertado através de uma mudança na tubulação. Ainda não se sabe exatamente qual foi a origem do atual vazamento.

Os astronautas Cassidy e Marshburn instalaram a nova bomba, mas não encontraram evidências da fuga detectada na última quinta-feira. Também não se sabe se o vazamento teria sido ocasionado por um micrometeorito ou por pequenas partículas de lixo espacial.

Técnicos da Nasa afirmam que irão precisar de semanas ou até mesmo meses para confirmar se a fuga de amoníaco foi realmente consertada pela caminhada espacial deste sábado.

CA/dpa/afp

Leia mais