Associação dos Filólogos diz que faltam 16 mil professores na Alemanha | Tudo o que você precisa saber para estudar na Alemanha | DW | 25.09.2006
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Estudar na Alemanha

Associação dos Filólogos diz que faltam 16 mil professores na Alemanha

A Associação dos Filólogos da Alemanha alerta que a carência de professores nas escolas do país aumentou cerca de 40% em 2005, passando de 10 mil para um número entre 14 e 16 mil vagas desocupadas, informou o jornal Frankfurter Allgemeine Sonntagszeitung , neste domingo (25/09).

De acordo com dados da associação, cerca de um milhão de horas/aula deixarão de ser lecionadas nas escolas alemãs em 2006 por falta de pedagogos. Segundo o presidente da entidade, Heinz-Peter Meindinger, a maior carência é registrada nas disciplinas de Matemática, Física, Latin e Religião nas Hauptschulen – escolas com duração de cinco a seis anos, onde os alunos recebem uma formação geral básica.

Meidinger disse que, embora a situação seja diferente de Estado para Estado, no todo, é "a mais precária dos últimos 30 anos". A principal causa seria a onda de aposentadoria e a redução do número de estudantes de pedagogia.

"A profissão de professor está perdendo sua atratividade na Alemanha. A situação precária da falta de pedagogos não deve mudar nos próximos cinco a dez anos", disse Meindinger.

Leia mais