Arquiteto Ruiz Geli é precursor da ″arquitetura verde″ na Espanha | Cultura europeia, dos clássicos da arte a novas tendências | DW | 16.12.2009
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Cultura

Arquiteto Ruiz Geli é precursor da "arquitetura verde" na Espanha

Em manifesto elaborado com economista americano Jeremy Rifkin, Ruiz Geli defende "revolução verde na arquitetura". Suas construções mostram possibilidades de associar alta tecnologia a design e sustentabilidade.

default

Villa Nurb, residência unifamiliar em cidade de veraneio

As mudanças climáticas são, há muito tempo, realidade, e um dos principais causadores são os edifícios com mau isolamento térmico ou com calefação deficitária a gás ou a carvão. Segundo um estudo das Nações Unidas, as construções são responsáveis por 40% das emissões de combustíveis fósseis.

Possíveis soluções vêm de um país que, nos últimos tempos, destacou-se de forma pouco gloriosa no setor da construção: a Espanha. O arquiteto Enric Ruiz Geli é considerado um dos pioneiros da chamada "arquitetura verde". Juntamente com o sociólogo e economista norte-americano Jeremy Rifkin, Geli se engaja por um new green deal, ou seja, um "pacto verde" entre arquitetos, urbanistas e consumidores.

Problema global

Rodeado por estudantes, políticos e jornalistas, em frente ao Centro de Arte Santa Mónica em Barcelona, Ruiz Geli explica os fundamentos da arquitetura do futuro. Seja no encerramento de uma exposição de arquitetura, seja participando de conferências ou debates na TV, suas explicações consideram sempre o todo.

"Atualmente, o sistema é determinado pela geopolítica. No entanto, temos que mudar para uma política da biosfera. Não se trata mais das relações entre países. Problemas como as mudanças climáticas ou a economia financeira são globais. Ciclones não conhecem fronteiras. Nesse sistema, temos de agir com responsabilidade própria e, sobretudo, de forma autônoma. E a principal independência é a energética", explicou o arquiteto.

"Revolução verde na arquitetura"

Enric Ruiz Geli

Ruiz Geli considera sempre o todo

Em manifesto elaborado juntamente com o economista Jeremy Rifkin e colegas da Ásia, Europa e Estados Unidos, Ruiz Geli defende "um novo pacto verde", uma "revolução verde na arquitetura". Ele considera ser sua tarefa não o trabalho cotidiano, como, por exemplo, o desenvolvimento projetual de residências unifamiliares de consumo energético zero. Ele se vê como um instigador: suas construções devem mostrar que forma pode ter a junção da alta tecnologia com o design e a sustentabilidade.

Ruiz Geli explic: "Não se trata somente de um novo caminho filosófico, mas também de uma apreensão tecnológica. Invenções como nossa Light Forest, por exemplo: LEDs fotovoltaicos que emitem diferentes tonalidades de luz conforme o nível do acumulador. O 'novo' no 'novo pacto verde' se refere, portanto, a essa cultura da inovação, a patentes que não são mais, em primeira linha, protegidas, mas sim divididas."

Exemplos arquitetônicos

Villa Nurb nachts

Villa Nurb à noite

O seu escritório Cloud Nine não somente inventou um concreto translúcido feito de fibra de vidro, mas também estabeleceu padrões estéticos. O que pode ser visto na residência Villa Nurb, na cidade de veraneio Empuriabrava. A residência de um artista paira no vilarejo catalão como um óvni sobre pilotis – com um revestimento externo de bolhas de policarbonato. Isso proporciona não somente um interessante efeito luminoso, mas também provoca a condensação da água, para regar os jardins.

Outro exemplo é o Media Tic em Barcelona. A fachada do centro tecnológico, cuja construção custou 27 milhões de dólares, é recoberta com uma espécie de mosaico de almofadas de ar feito de plástico EFTE.

Dependendo da irradiação solar, os painéis preenchidos em parte com nitrogênio se dilatam ou se contraem. Eles esfriam o edifício na hora certa, no lugar certo, e atribuem, além disso, um aspecto inconfundível à fachada do edifício. O arquiteto catalão afirma ser essa a estética do século 21.

Crença na tecnologia

"Quando a energia fornece o roteiro do edifício, isso leva a uma arquitetura performática, a uma arquitetura orgânica, viva, híbrida, interativa, capaz de se transformar", afirmou o arquiteto.

Não é por acaso que Ruiz Geli classifica o MediaTic com sua fachada dinâmica como "Pedrera Digital". Com sua fachada ondulada, a Pedrera, o famoso edifício residencial projetado por Antonio Gaudí, está entre as construções que o impressionaram e marcaram ao longo do tempo. Gaudí, o arquiteto catalão cofundador do modernismo, é um de seus maiores modelos.

Enric Ruiz Geli: Mediatic Modell Flash-Galerie

Maquete do centro de tecnologia Mediatic

Segundo Ruiz Geli, "a arquitetura deve formar uma plataforma para todas as artes. Da mesma forma que Gaudí trabalhou com vidraceiros, ferreiros, marceneiros e oleiros, devemos trabalhar em conjunto com os artesãos do século 21: programadores de softwares, artistas da web-arte e designers de interface".

Seu escritório Cloud Nine não é somente uma espécie de fábrica de ideias para cerca de 20 profissionais da área de informática, engenharia e arquitetura. Além do concreto translúcido de fibra de vidro que já patentearam, pelo desejo do chefe, outros materiais construtivos inovadores devem surgir. "A ideia hippie de 'volta à natureza' é ingênua", explica Ruiz Geli: "Todos os grandes utópicos apostaram na tecnologia."

Autora: Julia Macher (ca)
Revisão: Augusto Valente

Leia mais