1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Alemanha

Armas de ataques em Paris podem ter sido compradas na Alemanha

Suspeito de tráfico de armas é preso em Baden-Württemberg. Investigadores alemães e franceses teriam encontrado com o detido indícios da venda de quatro fuzis usados em atentados na capital da França, diz jornal alemão.

default

Dois fuzis kalashnikovs foram vendidos por suspeito

Algumas das armas utilizadas nos ataques em Paris que deixaram 130 mortos há duas semanas podem ter sido compradas na Alemanha. Segundo informações divulgadas nesta sexta-feira (27/11) pelo tabloide alemão Bild, as investigações sobre os atentados levaram as autoridades até um vendedor de armas da cidade de Magstadt, no estado de Baden-Württemberg, no sul do país.

De acordo com a promotoria pública de Stuttgart, um homem de 34 anos está sendo investigado por violação da Lei de Armas e foi preso na terça-feira. "Ele teria transformado pistolas a gás em armas de fogo e as vendido na internet", afirmou a porta-voz do órgão, mas se recusou a comentar a suspeita de venda de fuzis ou o envolvimento do detido nos ataques em Paris.

O Bild, citando documentos da investigação alemã, afirmou que o suspeito teria comercializado pela internet, no início de novembro, dois fuzis kalashnikov AK-47 fabricados na China e dois fuzis Zastava M70 produzidos na antiga Iugoslávia. Depois de um mandato de busca, investigadores encontram no smartphone do detido a informação de que as armas foram compradas por "um árabe em Paris".

O diário alemão afirmou ainda que os investigadores franceses acreditam que as armas compradas na Alemanha foram as mesmas usadas nos ataques na capital francesa.

A Promotoria Geral de Frankfurt descobriu a pista sobre o suspeito através da alfândega local, que investigam o tráfico de armas e munições pela internet.

CN/rtr/dpa

Leia mais