1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Copa do Mundo

Argentina e Nigéria repetem confronto em que Maradona foi pego no antidoping

Vinte anos depois da partida que ficou marcada na história dos Mundiais, seleções voltam a se enfrentar numa Copa. Desta vez, a disputa é pela liderança do grupo e a chance de evitar a França nas oitavas de final.

Numa partida que vale a liderança do Grupo G, Argentina e Nigéria reencontram-se nesta quarta-feira (25/06), em Porto Alegre, na reedição de um confronto que fez história há exatos 20 anos, pela Copa do Mundo dos Estados Unidos.

Em 25 de junho de 1994, a Argentina venceu a Nigéria de virada por 2 a 1, com dois gols de Caniggia. Maradona teve grande atuação, mas foi pego no exame antidoping. Cinco dias depois, era anunciado que ele estava suspenso da Copa, no que, para muitos, foi o início do fim da carreira do "Pibe".

Maradona já está em Porto Alegre e deve ir ao Beira-Rio nesta quarta-feira. E não só ele: depois de arenas lotadas nas duas primeiras partidas, cerca de 100 mil argentinos são aguardados na capital gaúcha, pelo menos 20 mil deles dentro do estádio.

Os argentinos já garantiram classificação para as oitavas de final, ao vencerem a Bósnia (2 a 1) e o Irã (1 a 0). Para avançarem na primeira colocação e evitarem a França, líder do Grupo E, precisam apenas de um empate.

Já a Nigéria ainda briga por uma vaga e também se garante com um empate. Se perder, terá que torcer para que o Irã não passe pela Bósnia. Para conseguirem o objetivo, os africanos garantem que não farão esquema especial para conter Messi.

WM 2014 Gruppe F 2. Spieltag Argentinien Iran

Maradona acompanhou a vitória sobre o Irã no Mineirão e deve estar presente na partida no Beira-Rio

"Não pensamos apenas em como parar Messi. Não se trata só dele. Os nomes não jogam no futebol", disse o lateral-esquerdo Juwon Oshaniwa.

E os nomes que vão a campo pela Argentina ainda não foram confirmados. Com a classificação garantida, é possível que o técnico Alejandro Sabella poupe alguns titulares e faça experiências para fazer o time render mais. As duas vitórias argentinas até aqui só ocorreram em lampejos de genialidade de Messi.

"Lionel [Messi] está muito bem na seleção nos últimos jogos. As pessoas o idolatram. Com um craque como ele no time, sempre existe uma dependência. Mas temos que tratar para que seja menor. É preciso libertá-lo da pressão que sofre. Somos uma equipe e temos que nos ajudar", resumiu Sabella.

Prováveis escalações

Nigéria: Vincent Enyeama; Kenneth Omeruo, Joseph Yobo (Godfrey Oboabona), Juwon Oshaniwa e Efe Ambrose; Peter Odemwingie, John Obi Mikel, Ogenyi Onazi, Michel Babatunde e Ahmed Musa (Victor Moses); Emmanuel Emenike. Técnico: Stephen Keshi.

Argentina: Sergio Romero; Pablo Zabaleta, Ezequiel Garay, Federico Fernández e Marcos Rojo; Fernando Gago, Javier Mascherano e Ángel Di María; Sergio Agüero, Lionel Messi e Gonzalo Higuaín. Técnico: Alejandro Sabella.

Local

Estádio Beira-Rio, Porto Alegre

Arbitragem

Nicola Rizzoli (Itália), auxiliado por seus compatriotas Renato Faverani e Andrea Stefani.

WM 2014 Gruppe F 2. Spieltag Nigeria Bosnien-Herzegowina

Nigerianos precisam de um empate

Destaques

Nigéria

Vincent Enyeama: o goleiro do Lille, da França, é o único que ainda não sofreu gols nesta Copa. Além disso, ele tem a marca de ter sido o goleiro menos vazado nas principais ligas europeias da atual temporada. Ao todo, ele ficou 11 partidas consecutivas sem sofrer gol e a apenas 114 minutos do recorde do francês Gaëtan Huard, que permaneceu intransponível durante 1.176 minutos, em 1993.

Argentina

Lionel Messi: o craque argentino, que completou 27 anos de idade nesta terça-feira, é até agora o principal responsável pelos seis pontos conquistados pela Argentina neste Mundial. Contra a Bósnia, marcou após driblar dois zagueiros e, contra os iranianos, salvou no último lance da partida.

Retrospecto

Argentina e Nigéria já se enfrentaram três vezes em Copas do Mundo, com a seleção sul-americana sempre saindo vitoriosa: 2010 (1 a 0), 2002 (1 a 0) e 1994 (2 a 1). No total, foram seis partidas, com quatro vitórias argentinas, um empate e uma vitória nigeriana.

Último confronto

O último encontro entre as duas seleções foi num jogo amistoso, em setembro de 2011, com vitória argentina por 3 a 1.

Leia mais