1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Copa do Mundo

Aposentado do futebol, Zidane é suspenso pela Fifa por 3 jogos

A Fifa suspendeu por três partidas o ex-jogador francês Zinedine Zidane e por duas, o italiano Marco Materazzi. As punições foram em razão do incidente na final da Copa do Mundo, que resultou na expulsão de Zidane.

default

Zidane deu uma cabeçada no peito do jogador italiano

Nesta quinta-feira (20/07), o comitê da Fifa composto por cinco membros e presidido pelo suíço Marcel Mathier definiu as punições ao francês Zinedine Zidane e ao italiano Marco Materazzi.

Além das suspensões, ambos jogadores foram multados.

Já tendo anunciado sua aposentadoria do futebol, Zidane terá de pagar 4.750 euros, enquanto que Materazzi foi punido em 3.200 mil euros. O ex-jogador francês também concordou em realizar serviços comunitários com crianças e jovens.

Durante o segundo tempo da prorrogação entre França e Itália, na final da Copa, em Berlim, o então capitão francês deu uma cabeçada no peito do zagueiro italiano, após ser ofendido verbalmente. O italiano teria ofendido a mãe e irmã do craque francês, provocando a reação violenta.

Zidane foi expulso, encerrando melancolicamente sua carreira no futebol. Apesar disso, o francês recebeu o prêmio Bola de Ouro, dado ao melhor jogador da competição. A Fifa havia cogitado retirar o prêmio do jogador como punição, mas isso não chegou a ocorrer.

O título da competição acabou com Itália, após vencer na cobrança de pênaltis.

Depoimentos

Zidane compareceu na manhã desta quinta-feira à sede da Fifa para dar suas explicações sobre o incidente. O jogador falou por pouco mais de duas horas e estava acompanhado do presidente da Federação Francesa de Futebol (FFF), Jean-Pierre Escalettes. O atleta não deu nenhuma declaração à imprensa nem ao chegar nem ao sair do prédio.

Já o italiano Materazzi esteve na Fifa na última sexta (14/07) para falar sobre o que aconteceu no jogo. A entidade chegou a marcar uma acareação entre os dois, mas decidiu cancelá-la.

Ambos jogadores reafirmaram que as ofensas não tiveram teor racista. Dias após o incidente, veículos de comunicação haviam informado que Materazzi teria chamado Zidane de terrorista, por sua origem argelina.

Nos próximos dias, o árbitro argentino Horácio Elizondo também será ouvido pela Fifa. Na ocasião, o juiz foi avisado da agressão pelo quarto auxiliar e só então mostrou o cartão vermelho.

Leia mais