Após troca de presos, Rússia liberta pilota ucraniana | Notícias e análises internacionais mais importantes do dia | DW | 25.05.2016
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

Após troca de presos, Rússia liberta pilota ucraniana

Nadezhda Savchenko se tornou heroína nacional após ser capturada por rebeldes pró-Rússia em 2014. Condenada a 22 anos de prisão por assassinatos, ela foi libertada em troca da soltura de dois russos presos na Ucrânia.

Assistir ao vídeo 01:02
Ao vivo agora
01:02 min

Heroína ucraniana é libertada

A Rússia libertou nesta quarta-feira (25/05) a pilota ucraniana Nadezhda Savchenko, em troca da libertação de dois russos presos na Ucrânia. A militar se tornou heroína nacional depois de ser capturada pro rebeldes pró-Rússia, em 2014.

Savchenko foi condenada em março por um tribunal russo a 22 anos de prisão pelo assassinato dos jornalistas Igor Kornelyuk e Anton Voloshin. A militar ucraniana também foi considerada culpada pela morte de civis e por cruzar ilegalmente a fronteira com a Rússia.

Kiev e países do Ocidente classificaram o julgamento como "uma farsa política". Segundo autoridades russas, Savchenko deu coordenadas a forças governamentais ucranianas para um ataque na região de Lugansk, que teria provocado as mortes.

Savchenko, a mais famosa presa do conflito na Ucrânia, foi recebida com euforia na capital Kiev, após viajar à Ucrânia no avião do presidente Petro Poroshenko. "Estou pronta para mais uma vez dar a minha vida pela Ucrânia no campo de batalha", afirmou ainda durante a recepção no aeroporto.

Os prisioneiros russos Alexander Alexandrov e Yevgeny Yerofeyev foram capturados no ano passado e condenados a 14 anos de prisão sob acusações de prática de terrorismo no leste da Ucrânia. Eles foram levados para Moscou.

KG/afp/rtr

Leia mais

Áudios e vídeos relacionados