1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

Ao menos 200 morrem em naufrágios no Mediterrâneo

Dois barcos com, ao todo, cerca de 500 refugiados afundam na costa da Líbia, em mais uma tragédia envolvendo migrantes a caminho da Europa. Segundo a ONU, mais de 300 mil chegaram ao Velho Continente por mar em 2015.

default

Corpos de refugiados no porto de Zuwara

Ao menos 200 pessoas morreram no naufrágio de dois barcos de refugiados na costa da Líbia, segundo informações divulgadas nesta sexta-feira (28/08) pela guarda costeira líbia. Diversos corpos foram recolhidos na costa, incluindo de crianças.

Os dois barcos com, ao todo, cerca de 500 refugiados a bordo, naufragaram nesta quinta-feira, afirmou o Alto Comissariado das Nações Unidas para Refugiados (Acnur).

A guarda costeira tenta determinar o número final de mortos. Ativistas haviam relatado que havia 65 cadáveres na cidade portuária de Zuwara, no noroeste da Líbia. Cerca de 190 pessoas haviam sido resgatadas, segundo o centro de mídia da cidade.

A emissora britânica BBC informou que um dos barcos levava 50, enquanto o outro, pelo menos 400 pessoas. Ao menos 100 cadáveres foram levados para o hospital de Zuwara.

Localizada próxima à fronteira com a Tunísia, Zuwara é um reduto de traficantes de pessoas, que enviam refugiados para a Itália através do Mediterrâneo.

Mais de 2.500 mortos em 2015

O Acnur afirmou nesta sexta-feira que neste ano cerca de 310 mil refugiados chegaram à Europa através do Mediterrâneo, número consideravelmente mais alto que no ano passado (219 mil). Deles, 200 mil chegaram à Grécia e 110 mil, à Itália. Mais de 2.500 pessoas morreram na travessia.

Nesta quarta-feira, cerca de 50 migrantes foram

encontrados mortos

no porão de um navio perto da costa da Líbia. De acordo com a guarda costeira italiana, cerca de 430 ocupantes da embarcação foram salvos. Os mortos foram encontrados perto do motor do navio e possivelmente morreram asfixiados, após inalarem gases tóxicos.

MD/rtr/dpa/afp

Leia mais