Antroposofia de Rudolf Steiner ainda se faz presente na Alemanha | Notícias sobre política, economia e sociedade da Alemanha | DW | 22.05.2010
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Alemanha

Antroposofia de Rudolf Steiner ainda se faz presente na Alemanha

A influência das ideias antroposóficas do austríaco Rudolf Steiner se manifesta em diversas áreas, da educação à agricultura. A "filosofia da liberdade" ainda é presente na Alemanha, 85 anos após a morte de seu mentor.

default

Escola Waldorf na Uhlandshöhe, em Stuttgart

Rudolf Steiner, fundador da antroposofia, gostava de denominar sua criação uma "filosofia da liberdade". Os seguidores dessa filosofia consideram Steiner, falecido em 30 de março de 1925, um gênio universal cujo pensamento deu importantes impulsos à sociedade, à pedagogia, à agricultura e às artes.

Hoje, 85 anos após sua morte, Rudolf Steiner é conhecido sobretudo pela pedagogia praticada nas escolas Waldorf e pela repercussão de suas ideias na prática da agricultura orgânica.

Criador das escolas Waldorf

Com sua filosofia espiritual, Steiner queria construir um mundo melhor. Entre outras coisas, ele fundou as chamadas escolas Waldorf, que hoje são frequentadas por 80 mil estudantes na Alemanha.

São instituições de ensino reconhecidas pelo Estado, mas com uma administração própria, à parte do sistema escolar público. Elas se financiam com verbas estatais e com mensalidades escolares calculadas de acordo com a renda dos pais dos alunos.

Michael Schmock, membro da presidência da Sociedade Antroposófica alemã, explica que a escola Waldorf leva o ser humano a sério, integrando tanto o aluno quanto sua família na vida escolar.

Tendo frequentado ele mesmo uma escola Waldorf, Schmock destaca – como principal êxito dessa abordagem pedagógica – a formação holística, possibilitada por atividades coletivas que incluem desde coisas práticas até artísticas.

Rudolf Steiner Flash-Galerie

Rudolf Steiner em 1919

Até a 8ª série, a escola antroposófica não dá notas aos alunos. Na Alemanha, essa formação escolar alternativa dura 12 anos, mas o certificado de conclusão não é reconhecido pelo Estado. Em alguns estados, as escolas Waldorf oferecem um 13º ano suplementar, no qual o aluno se prepara exclusivamente para o exame estatal centralizado de conclusão do ensino médio.

Reminiscências de Steiner na agricultura orgânica

Outra associação que a antroposofia desencadeia, além das escolas Waldorf, é a agricultura orgânica. Michael Schmock explica que, nos anos 70 e 80, surgiu na Alemanha uma grande onda de comércio de alimentos orgânicos, em parte inspirada pela antroposofia. Isso remonta à agricultura biodinâmica desenvolvida por Rudolf Steiner sob o selo Demeter.

Logo essa influência antroposófica se diluiu, após o aumento do número de marcas no comércio de produtos orgânicos. "No decorrer do tempo, o que se notou foi um impulso ecológico generalizado; a alimentação orgânica se tornou bastante popular e vem se propagando cada vez mais", constata Schmock.

Biobauernhof bei Heidenheim

Fazenda em Heidenheim, a terceira mais antiga na tradição biodinâmica Demeter

Inicialmente, o que movia o mercado de produtos orgânicos eram ideais sociais e éticos. Já hoje o que conta é o êxito econômico. O comércio de produtos orgânicos já encontrou espaço até mesmo dentro das grandes redes de supermercados baratos. O espectro de marcas é tão amplo que o selo Demeter conta há muito com uma forte concorrência.

Formação superior e estrutura bancária própria

A Sociedade Antroposófica mantém sedes em praticamente todas as grandes cidades alemãs. Mas também marca presença na zona rural e nas cidades menores. Nos arredores da ex-capital alemã, Bonn, funciona – por exemplo – a Johannes Schule, uma escola especializada na educação de crianças deficientes.

Na localidade de Bad Honnef, também nas imediações, existe uma pequena fazenda de agricultura orgânica que oferece cursos para crianças sobre a vida no campo, com impulsos pedagógicos da arte-educação.

Banco próprio

A antroposofia também inspirou a fundação de escolas superiores, como a universidade privada de Witten/Herdecke, existente há 20 anos. Também nas imediações de Bonn se situa a Escola Superior Alanus, para o ensino de artes e ciências sociais.

GLS Bank

Banco GLS, em Bochum, criado em 1974 da iniciativa de pais de alunos Waldorf

Segundo Michael Schmock, a Alanus tem uma ligação próxima com as ideias de Rudolf Steiner acerca das artes, sobretudo sua compreensão das cores na tradição de Goethe e a forma de lidar com elas – algo que não se aplica só à pintura, mas também à escultura. Na Escola Superior Alanus, todos os estudantes entram em contato com elementos artísticos, sejam estudantes de arquitetura ou economia.

Todas as instituições da antroposofia são dispendiosas, sobretudo durante a fase de fundação. É por isso que já existe há mais de 30 anos um banco antroposófico. O banco GLS, sediado em Bochum, funciona hoje em todo o mundo, a fim de acompanhar diversas iniciativas antroposóficas. Ele financia projetos com orientação ecológica, social e cultural, precisamente na tradição de Rudolf Steiner.

Autora: Conny Paul (sl)
Revisão: Roselaine Wandscheer

Leia mais