1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Alemanha

Animais selvagens retornam à Europa

Tidos como extintos na Europa até cinco anos atrás, o lobo e o urso voltam a ser vistos em áreas florestais na Alemanha e na Suíça.

default

Rei dos bosques descansa sob o sol

Os grandes admiradores de lobos ou ursos eram obrigados a fazer uma longa viagem além-mar, geralmente com destino aos Estados Unidos, para ter a regalia de testemunhá-los ao vivo e em cores. Embora não fossem vistos, pegadas, vestígios, uivos e bramidos noturnos davam a entender que estes animais continuavam existindo na Europa. Nos últimos dias, contudo, a suposição tornou-se evidência depois de várias pessoas terem visto lobos em Lausitz, no leste alemão, e ursos em algumas regiões da Suíça.

Parecem ter sido as favoráveis condições ecológicas que contribuíram para que lobos e ursos permanecessem habitando certas regiões. Um estudo feito pelo Fundo Mundial para a Natureza (WWF) sobre as causas do reaparecimento do urso na Suíça aponta dois fatores: a distância de áreas habitadas pelo ser humano e pistas de trânsito.

Instinto de proteção aos filhotes

Bär im Schnee - Urlaub mit Abschussgenehmigung im Trend

Urso pardo é o animal selvagem europeu de 2005

Na verdade, espaço é o que não falta, segundo os cálculos de uma associação de Munique que se dedica aos estudos da biologia selvagem. Segundo o WWF, principalmente os lobos não se acomodam em áreas florestais que não garantam tranqüilidade e alimentos suficientes, fatores de grande importância na questão da reprodução e sobrevivência dos seus filhotes. Na Europa, pode-se encontrar lobos na Espanha, Escandinávia e nos Alpes.

"Um lobo pode dilacerar uma ovelha num piscar de olhos", adverte Bettina Langer, da ONG alemã de proteção à natureza (Nabu). Já a especialista Gesa Kluth, do centro biológico Lupus, recomenda aos pastores e criadores de rebanhos o uso da cerca elétrica como método de proteção.

Convivência mútua

Só a idéia de ter um urso ou um lobo como vizinho já assusta muitos. Há pouco tempo na Romênia, três pessoas foram feridas em questão de poucos dias por ataques de ursos pardos. Fatos como esses ameaçam a convivência entre animais selvagens e seres humanos.

Mesmo assim, ainda existem os que não se mostram preocupados com a situação. Numa pesquisa elaborada para uma fundação alemã de proteção aos animais selvagens (Deutsche Wildtier Stiftung), 50% dos entrevistados acham que animais selvagens têm o direito de voltar a se instalar na Alemanha.

Na sua avaliação, eles não consideram esses animais uma ameaça aos seres humanos, desde que não sejam ou se sintam provocados. Um medo desnecessário, pois os encontros com as "feras" são geralmente raros e quando acontecem, não é costume destes partir para o ataque.

Culpa de Chapeuzinho Vermelho

Rotkäppchen und der Wolf

Chapeuzinho e o lobo mau do famoso conto infantil

A Nabu promoveu uma campanha informativa para quebrar tabus, temores e conflitos gerados às custas do "lobo mau". Para isso, iniciou uma campanha com uma série de esclarecimentos, para que as pessoas aprendam mais sobre a espécie, a lidar com os seus hábitos e aceitar aos poucos o convívio mútuo. "O lobo nem é tão mau assim e nem costuma almoçar vovozinhas por aí, como se conhece dos contos infantis", conclui Bettina Langer.

Leia mais