1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

Andrzej Duda é eleito novo presidente da Polônia

Candidato da oposição Andrzej Duda obtém 53% das intenções de voto, e atual presidente Komorowski, 47%. Líder eleito é próximo à Igreja Católica e é visto com reticência pelo mercado financeiro.

O presidente da Polônia, Bronislaw Komorowski, admitiu neste domingo (24/05) a derrota para o candidato conservador Andrzej Duda, após o fechamento das urnas do segundo turno das eleições presidenciais. De acordo com uma pesquisa de boca de urna, Duda deve obter 53% das intenções de voto, e Komorowski, 47%.

"Eu respeito a escolha. Eu desejo ao meu opositor uma presidência bem-sucedida", afirmou Komorowski a um grupo de apoiadores. A derrota do atual presidente reflete o desejo dos eleitores por novos rostos no comando do país e, ainda, a sensação de que os benefícios de um rápido crescimento econômico não foram repartidos de forma igualitária.

A vitória de Duda, de 43 anos, marca o primeiro grande êxito eleitoral do Partido da Lei e Justiça, em quase uma década de sua existência. A legenda, conservadora, é próxima à Igreja Católica e o mercado financeiro vê o partido com pouca simpatia.

Até pouco tempo, Duda era um desconhecido para a maior parte da população. Na Polônia, o primeiro-ministro lidera o governo, mas o presidente é o chefe das Forças Armadas, tem voz na política externa e na aprovação de leis. Ele também escolhe o chefe do banco central do país, de 38 milhões de habitantes.

Duda ainda tem que deixar claro como vai usar seus novos poderes, mas pode promover uma abordagem mais cética da Polônia em relação à União Europeia e bloquear iniciativas socialmente liberais como a proposta de lei que apoia a fertilização in vitro.

FC/rtr/efe/dpa/ap/afp

Leia mais