Anúncios publicitários no Super Bowl fazem críticas à política de Trump | Veja todo o conteúdo audiovisual publicado na mediateca | DW | 06.02.2017
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

Anúncios publicitários no Super Bowl fazem críticas à política de Trump

Diversas peças publicitárias no Super Bowl fizeram alusões mais ou menos explícitas às políticas de Donald Trump. Anúncios geraram polêmica na opinião pública americana.

Assistir ao vídeo 01:37
Ao vivo agora
01:37 min

Anúncios apoiando igualdade, diversidade e migração repercutiram no Super Bowl. A saga do imigrante alemão Anheuser-Busch, cofundador da Budweiser, foi um deles. Pessoas que [não gostaram] do apelo a favor da migração criaram a #BoycottBudweiser. A empresa declarou que não queria fazer uma alusão política. Mas disse que hoje não há como se referir ao "American dream" sem entrar nesse debate. O anúncio da Avocados from Mexico também foi visto como crítico a Trump. Uma sociedade secreta discute os segredos abertos da fabricante de Guacamole.