1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Copa do Mundo

Amistosos e eliminatórias garantem recorde de jogos

Alemanha enfrenta a Argentina em jogo preparatório para a Copa 2006. Estatísticas da Fifa demonstram que em 2004 foi estabelecido um novo recorde de amistosos e partidas pelas eliminatórias.

default

Alemães treinam para "teste decisivo" contra argentinos

A cerca de um ano e meio do Campeonato Mundial de Futebol de 2006 não se pode mais chamar de "amistosos" os confrontos entre seleções nacionais. É o que disse o técnico alemão Jürgen Klinsmann, antes da partida desta quarta-feira (09/02) contra a Argentina em Düsseldorf. Tanto Klinsmann quanto o técnico argentino José Nestor Pekerman classificaram o jogo como "um teste decisivo" para suas respectivas seleções.

A fase experimental parece estar chegando ao fim. Os treinadores não pouparam oportunidades para testar novos craques nos últimos meses, como demonstram estatísticas da Fifa.

Em 2004 foram disputadas 1066 partidas entre seleções nacionais de futebol, superando em 22 jogos o recorde estabelecido em 2000. Segundo cálculos da Fifa, a maior parte dos confrontos foram amistosos (491) e partidas pelas eliminatórias à Copa do Mundo (423). Completaram a lista 152 jogos pelos torneios continentais.

Grande parte dos jogos foram disputados na Europa (266) e Ásia (248). No total, entraram em campo 184 das 205 seleções que fazem parte do ranking mundial da Fifa. Em média, cada país disputou 11,6 partidas, sendo que a seleção do Bahrain liderou, com 33 jogos.

Técnico alemão sob pressão na Grécia

Apenas sete meses após a sensacional conquista da Eurocopa 2004, a seleção da Grécia, treinada pelo alemão Otto Rehhagel, é obrigada a derrotar a Dinamarca, nesta quarta-feira (09/02), para continuar na disputa por uma vaga na Copa de 2006.

Os gregos conquistaram apenas cinco pontos em quatros jogos, estão um ponto atrás dos dinamarqueses e seis atrás da Ucrânia, líder do Grupo 2 das eliminatórias na Europa. Rehhagel espera que o atacante Amanatidis, do Kaiserslautern, salve a Grécia da eliminação precoce.

O que Rehhagel não pode esperar é uma ajuda indireta da Albânia, treinada por Hans-Peter Briegel, que confia na vitória de seu time contra a Ucrânia. Apesar das dúvidas iniciais, a seleção ucraniana contará com o meia Shevchenko, do Milan, melhor jogador da Europa em 2004, que acaba de se recuperar de uma contusão no tornozelo.

No Grupo 7, a Espanha enfrenta a seleção de San Marino. O técnico espanhol Luis Aragones precisa de uma vitória convincente, já que Espanha se encontra apenas em terceiro no grupo, cinco pontos atrás da líder Sérvia-Montenegro.

Reserva de quartos para turistas da Copa

O Comitê Organizador da Copa 2006 reservou cerca de 10 mil quartos em Berlim e arredores para integrantes das seleções participantes do torneio e turistas estrangeiros durante o torneio. No total, foram reservados 73 hotéis na capital alemã e no Estado de Brandemburgo, informou a Câmara de Indústria e Comércio em Potsdam, referindo-se a um catálogo da Fifa, a ser publicado ainda em fevereiro. Os preços dos quartos variam entre 120 a 241 euros.

Leia mais