1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Economia

Ameaça de greves pode retardar recuperação conjuntural

Ainda afetada pela crise conjuntural, a economia alemã vê-se agora ameaçada pelas greves.

default

Funcionários iniciaram paralisações de advertência nesta terça-feira

Os empregados do correio iniciaram, nesta terça-feira (04/06), paralisações parciais a título de advertência, antes da retomada das negociações salariais, prevista para a próxima segunda-feira. As paralisações de advertência do correio tiveram início nesta terça-feira em Hamburgo e na cidade de Burg, próxima a Cottbus, e deverão prosseguir em outras cidades, até o final da semana. O sindicato ver.di (setor de prestação de serviços) quer impor assim um aumento de salário da ordem de 6,5% para cerca de 240 mil funcionários do correio. As ações de advertência não visam impedir o funcionamento do correio, mas seus usuários terão de contar com atrasos na entrega da correspondência durante toda a semana.

No setor da construção civil, as negociações fracassaram no último fim-de-semana. O sindicato IG Bau iniciou a consulta aos associados, que deverá estar concluída, no mais tardar, até o final da próxima semana. Para uma greve geral, é necessária a aprovação mínima de 75% dos membros do sindicato. Caso isto ocorra, o primeiro dia de greve poderá ser o 17 de junho, segundo o presidente do IG Bau, Klaus Wiesehügel.

Também no setor de seguros, as negociações salariais fracassaram e o sindicato ver.di anunciou o início da votação primária dos associados sobre a greve para a segunda-feira próxima. Até lá, os securitários realizarão inúmeras ações de protesto. Na área dos bancos, as negociações ainda prosseguem, mas o sindicato ver.di também já ameaçou com o início da consulta aos associados, caso não se logre um acordo na próxima rodada de conversações, dia 13 de junho.

Leia mais