1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

Ameaça de bomba faz polícia cancelar jogo da seleção alemã

Amistoso contra Holanda na cidade alemã de Hannover é suspenso devido a um aviso de ataque terrorista, menos de duas horas antes do início da partida. Seleção da Alemanha já havia deixado hotel.

A polícia alemã cancelou nesta terça-feira (17/11) um amistoso entre Alemanha e Holanda, em Hannover, devido a uma ameaça de ataque a bomba. A suspensão foi determinada menos de duas horas antes do início da partida.

"Recebemos indício concreto de que era planejado um ataque a bomba no estádio", informou o chefe de polícia de Hannover, Volker Kluwe, em entrevista à TV alemã. O aviso fora recebido, segundo ele, 15 minutos depois da abertura dos portões do estádio.

A partida seria disputada quatro dias depois dos ataques terroristas em Paris, em meio a um forte esquema de segurança e teria a presença da chanceler federal alemã, Angela Merkel, e vários ministros alemães, entre eles o ministro do Interior, Thomas de Maizière, e o vice-chanceler, Sigmar Gabriel.

Havia relativamente poucas pessoas no lugar, quando foi comunicado o cancelamento da partida. Através de alto-falantes, os presentes foram instruídos a deixar o estádio.

A seleção alemã não estava no lugar quando foi comunicado o cancelamento do amistoso. A Federação Alemã de Futebol (DFB) não informou o destino dos jogadores, que já haviam saído de ônibus do hotel em que estavam concentrados, nos arredores de Hannover. O veículo foi desviado da rota, por motivos de segurança.

A DFB havia cogitado o cancelamento da partida após os atentados de Paris, um deles ocorrido quando a seleção alemã jogava contra a francesa na sexta-feira passada, no Stade de France. Entretanto, no domingo foi decidido pela realização do amistoso contra a Holanda, como sinal de solidariedade à França e aos parentes das vítimas dos ataques terroristas.

MD/afp/dpa

Leia mais