1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

Aliança internacional realiza 39 ataques contra "Estado Islâmico"

Em dois dias, forças americanas e seus aliados atingiram 19 alvos na Síria e 20 no Iraque. De acordo com uma ONG, 115 civis, dos quais 26 crianças, foram vítimas de bombardeios do Exército sírio nos últimos três dias.

As forças americanas e seus aliados afirmaram nesta sexta-feira (26/12) que realizaram 39 ataques aéreos nos últimos dois dias contra alvos do "Estado Islâmico" (EI) no Iraque e na Síria. De acordo com uma nota da Força Operacional Combinada Multinacional, aviões de combate, bombardeiros e aviões controlados de forma remota atingiram 19 alvos na Síria e 20 no Iraque.

Na Síria, os ataques contra o EI foram concentrados numa área próxima à cidade de Kobane. Foram destruídos prédios, áreas de testes e várias posições da milícia jihadista. Duas grandes unidades do EI e quatro unidades táticas também foram atingidas. Dois ataques aéreos perto de Al Hasakah e um próximo a Ar Raqqah também causaram danos.

No Iraque, os bombardeios foram realizados próximos a Al Asad, Sinjar, Mosul, Al Qaim, Baiji, Kirkuk e Tal Afar e destruíram um sistema de lançamento de foguetes, veículos, unidades táticas e posições dos combatentes, segundo o comunicado.

Desde agosto, os EUA e seus aliados realizam ataques aéreos contra posições dos jihadistas no Iraque e, desde o final de setembro, também na Síria. Nos primeiros 120 dias de bombardeios, foram realizados nove ataques por dia.

Segundo o Observatório Sírio dos Direitos Humanos, 115 civis, dos quais 26 crianças, morreram nos últimos três dias de bombardeios do Exército da Síria realizados contra bastiões do EI no norte e leste do país.

De acordo com a organização, sediada em Londres, a maioria dos ataques ocorreu nos arredores de Damasco, Aleppo e dos bastiões jihadistas de Al Raqqa e Deir al Zur, num total de 474 bombardeios aéreos.

FC/rtr/dpa/afp

Leia mais