Alemanha vence Gana e avança às oitavas na Copa do Mundo | Fique informado sobre tudo o que acontece na Copa do Mundo | DW | 23.06.2010
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Copa do Mundo

Alemanha vence Gana e avança às oitavas na Copa do Mundo

Com um belo gol de Özil, Alemanha vence e fica com o primeiro lugar no Grupo D. A adversária nas oitavas de final será a tradicional Inglaterra. Mesmo perdendo, Gana também está classificada.

default

Löw fez duas mudanças no time titular

Foram cinco dias de tensão desde a derrota por 1 a 0 para a Sérvia, mas a Alemanha está classificada para as oitavas de final da Copa do Mundo. A vaga veio com a vitória por 1 a 0 sobre Gana, nesta quarta-feira (23/06), no estádio Soccer City, em Johanesburgo.

Com o resultado, a seleção alemã ficou na primeira posição no Grupo D e enfrenta a Inglaterra no domingo (27/06). Como na outra partida do grupo a Austrália venceu a Sérvia por 2 a 1, é Gana quem fica com a segunda vaga. Seu adversário nas oitavas de final é a seleção dos Estados Unidos.

Primeiro tempo equilibrado

O técnico Joachim Löw promoveu duas mudanças em relação ao time que perdeu para a Sérvia, mantendo o esquema tático 4-2-3-1. Klose, suspenso, foi substituído por Cacau. Já Badstuber, que foi mal defensivamente na última partida, deu lugar a Jerome Boateng. Com isto, os irmãos Jerome e Kevin-Prince Boateng proporcionaram o primeiro duelo familiar da história das Copas do Mundo.

Como só a vitória poderia garantir matematicamente a classificação, a Alemanha buscou ser ofensiva desde o início. Até os dez minutos, era quem tinha mais presença no ataque e criou uma oportunidade interessante com Podolski, que cruzou da esquerda, mas o goleiro Kingson teve reflexos para evitar que Jonathan Mensah marcasse contra.

A partir daí, Gana começou a ser mais perigosa em seus avanços. Aos 23min, Jerome Boateng conseguiu desarmar seu irmão Kevin-Prince quando este estava na cara do gol, pronto para marcar. Pouco depois, num lance de escanteio, Lahm cortou em cima da linha outra boa oportunidade ganense.

A melhor chance da primeira etapa, no entanto, foi alemã. Aos 24min, boa movimentação do ataque fez com que Özil recebesse completamente livre um lançamento de Cacau, mas o meia chutou em cima do goleiro Kingson, que fechou bem o ângulo. O primeiro tempo terminou com a Alemanha tentando pressionar, mas encontrando muita resistência da equipe africana.

NO FLASH Fußball WM 2010 Deutschland Ghana

No primeiro tempo, Özil perdeu uma excelente oportunidade

Um gol decisivo

O segundo tempo começou com uma proposta clara: a Alemanha partiria para o ataque e Gana tentaria os contragolpes em velocidade. A bola passava muito mais tempo nos pés dos alemães, mas bastaria uma jogada para mudar tudo. Aos 5min, Asamoah teve uma chance clara, mas Neuer saiu bem do gol e fez uma defesa salvadora.

O susto não mudou a postura alemã. Com muito toque de bola e paciência, o time de Löw procurava uma brecha, que se abriu aos 14min. Depois de uma jogada pela direita, Özil dominou na entrada da área e bateu colocado, quase no ângulo, sem chances para Kingson.

WM Südafrika 2010 Ghana vs Deutschland Flash-Galerie

No segundo tempo, Özil marcou um belo gol

O placar de 1 a 0 mudou a partida. Imediatamente, a seleção ganense se abriu. A Alemanha, naturalmente, adotou uma postura mais cautelosa, embora não tenha se fechado na defesa.

Aos poucos, a proposta alemã passou a ser gastar tempo. Gana chegou a rondar o gol, mas o ímpeto ofensivo diminuiu quando a Austrália saiu na frente – as duas seleções teriam os mesmos quatro pontos e os africanos precisavam manter o melhor saldo de gols.

GANA 0 x 1 ALEMANHA

Gana

22 Kingson, 4 Pantsil, 8 Jonathan Mensah, 5 John Mensah, 2 Sarpei – 6 Annan, 23 Kevin-Prince Boateng – 13 Ayew (18 Adiyiah), 12 Tagoe (11 Muntari), 21 Asamoah – 3 Gyan (14 Amoah)

Técnico: Milovan Rajevac

Alemanha

1 Neuer – 16 Lahm, 3 Friedrich, 17 Mertesacker, 20 Boateng (2 Jansen) – 7 Schweinsteiger (18 Kroos), 6 Khedira – 13 Müller (15 Trochowski), 8 Özil, 10 Podolski – 19 Cacau

Técnico: Joachim Löw

Local: Estádio Soccer City, em Johanesburgo

Árbitro: Carlos Eugênio Simon (Brasil)

Gol: Özil, aos 14min do segundo tempo

Cartões amarelos: Ayew (G), Müller (A)

Autor: Tadeu Meniconi

Revisão: Roselaine Wandscheer

Leia mais