Alemanha tem novo Patrimônio da Humanidade | Notícias e análises internacionais mais importantes do dia | DW | 02.08.2010
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

Alemanha tem novo Patrimônio da Humanidade

Sistema hidráulico alemão de mais de 800 anos é novo item da lista da Unesco. A obra de engenharia complexa continua em funcionamento na região do Alto Harz, na Baixa Saxônia.

default

Visão do sistema hidráulico do Alto Harz

A Alemanha vai dividir com o mundo mais uma herança histórica: um sistema de gerenciamento hidráulico complexo, construído ainda na era pré-industrial com o fim de fornecer energia aos mineiros. A obra de engenharia medieval localizada na região do Alto Harz agora é Patrimônio da Humanidade.

A decisão do Comitê do Patrimônio Mundial da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco) foi unânime, e foi anunciada em Brasília neste domingo (01/08), durante a 34ª sessão do grupo.

Oberharzer Wasserwirtschaft

Galerias subterrâneas

"Não há um sistema parecido em qualquer outro lugar", afirma o professor Reinhard Roseneck, que ajudou o país a preparar a candidatura junto à Unesco. O sistema do Alto Harz é composto por 107 barragens históricas, 310 quilômetros de fossas e 31 quilômetros de canais, além de galerias subterrâneas escavadas manualmente, e continua em funcionamento após mais de 800 anos.

Impacto sobre turismo

A obra de engenharia medieval começou a ser construída no século 13 e foi a única fonte de energia para a região até o fim do século 19. "É o maior sistema de gerenciamento hidráulico montanhoso do mundo desenvolvido desde a Idade Média", afirmou a secretária de Cultura da Baixa Saxônia, Johanna Wanka.

O empreendimento é da autoria de monges cistercienses e fica nas proximidades das minas de Rammelsberg e da cidade de Goslar – ambas também Patrimônio da Humanidade desde 1992.

Oberharzer Wasserregal Oberharzer Wasserwirtschaft Unesco Welt Kulturerbe

Um lago que faz parte do complexo sistema

Há expectativa de que a curiosidade dos turistas em conhecer o sistema hidráulico aumente o número de visitantes na região. "Poderia ter algum impacto no turismo, mas não sei como isso poderia acontecer, pois o Harz já é uma região turística", comentou Dieter Offenhauser, integrante da comissão alemã da Unesco.

O sistema hidráulico histórico é a 34ª localidade alemã nomeada Patrimônio da Humanidade. No mundo inteiro, há 890 locais com o mesmo título.

NP/epd/apn/dpa
Revisão: Augusto Valente

Leia mais