Alemanha tem 90 mesquitas sob vigilância | Notícias sobre política, economia e sociedade da Alemanha | DW | 02.05.2016
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Alemanha

Alemanha tem 90 mesquitas sob vigilância

Presidente da principal agência de segurança interna do país afirma que dezenas de centros muçulmanos estão sendo vigiados, mas ressalta a importância de separar os extremistas dos religiosos moderados.

Deutschland Muslime Freitagsgebet Moschee Berlin

Mesquita em Berlim: cerca de 90 centros estão sendo vigiados pelas autoridades

O presidente do Departamento Federal de Proteção da Constituição (BfV) – a principal agência de segurança interna da Alemanha – afirmou nesta segunda-feira (02/05) que dezenas de mesquitas e centros similares em todo o país estão sob vigilância.

Segundo Hans-Georg Maassen, cerca de 90 centros comunitários e mesquitas no país, muitas dessas "predominantemente de língua árabe", estão sendo vigiadas.

"Nós nos preocupamos que existam ainda muitas outras na Alemanha que precisamos examinar", disse Maassen à emissora pública ARD. Segundo ele, muitas destas são as chamadas "mesquitas de fundo de quintal", onde "imãs e emires autoproclamados" se dirigem aos fiéis promovendo o "discurso do ódio" e a incitação ao jihad.

O diretor da BfV, porém, ressaltou que é preciso separar os muçulmanos dos extremistas religiosos. "O que precisamos aqui na Alemanha é uma coalizão contra o extremismo", disse. "Para tal, precisamos que os muçulmanos na Alemanha – os moderados – queiram se juntar a nós na luta contra o extremismo, com base na ordem constitucional."

Maassen admitiu que uma das razões para a vigilância nas mesquitas do país seria investigar possíveis ligações com a organização terrorista "Estado Islâmico" (EI).

"O extremismo islâmico e o jihadismo na Alemanha não são viáveis sem o EI e a Al Qaeda", disse Maassen. No mês passado ele chegou a afirmar que as autoridades alemãs subestimam as estratégias do EI para se infiltrar no país.

O BfV começou nesta segunda-feira um simpósio sobre inteligência em Berlim, para tratar da ameaça que o EI pode representar para a Alemanha. O evento conta também com representantes da polícia e demais agências de inteligência que irão discutir iniciativas de combate ao terrorismo.

RC/afp/dpa/kna

Leia mais