Alemanha sai na frente no clássico contra a Inglaterra | Fique informado sobre tudo o que acontece na Copa do Mundo | DW | 27.06.2010
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Copa do Mundo

Alemanha sai na frente no clássico contra a Inglaterra

Clássico em Bloemfontein está emocionante. Alemanha saiu na frente com gols de Klose e Podolski, mas Inglaterra se recuperou e descontou com Upson. Empate só não saiu por causa de um erro de arbitragem.

default

Torcida alemã foi mais feliz no primeiro tempo

A Alemanha começou melhor e conseguia achar espaços na defesa da Inglaterra. Aos 4 minutos de jogo, Özil teve a primeira boa chance, quando recebeu um lançamento e bateu cruzado com o pé direito, mas David James defendeu com os pés.

Pouco depois, num contra-ataque, Podolski tinha várias opções de passe, mas tentou um chute de fora da área e desperdiçou mais uma oportunidade.

Mesmo fazendo por merecer, a Alemanha chegou ao primeiro gol num lance fortuito. Neuer cobrou tiro de meta, a bola fez uma curva que enganou os zagueiros ingleses e Klose, mais esperto, disparou na corrida e deu um toque na saída do goleiro James, aos 19 minutos.

O gol não mudou a tónica da partida. A Alemanha continuava melhor em campo e levava perigo com a boa movimentação de seus meias ofensivos. Aos 30 minutos, depois de uma bela troca de passes, Müller deixou Klose na cara do gol, mas James saiu bem e defendeu com os pés.

Müller foi persistente. No minuto seguinte, houve mais uma troca de passes envolventes e ele deu passe na medida para Podolski, que entrava livre pela esquerda. Ele dominou e bateu forte, cruzado, por baixo de James. Aos 31minutos, o placar de 2 a 0 refletia o melhor futebol da Alemanha até aquele momento.

Contudo, não faltava vontade à Inglaterra. Aos 36 minutos, em cobrança ensaiada de escanteio, Gerrard levantou a bola na área e Upson subiu bem para marcar de cabeça, aproveitando a saída equivocada de Neuer.

E o empate já deveria ter saído no minuto seguinte. Lampard chutou da meia lua, a bola bateu no travessão, quicou claramente dentro do gol e saiu. O trio de arbitragem não confirmou o gol e o primeiro tempo terminou em 2 a 1 para a Alemanha.

A Inglaterra voltou melhor no segundo tempo. Aos 6min, Frank Lampard cobrou uma falta de longa distância e acertou o travessão – desta vez, a bola subiu e não gerou mais polêmica.

A maior presença no ataque dos jogadores de vermelho, no entanto, se mostrou perigosa demais. Embora os ingleses rondassem o gol de Neuer, os alemães davam sinais de que um bom contra-ataque decidiria o jogo. E, na verdade, seriam dois.

Aos 21 min, Schweinsteiger deu um passe na medida para Müller na direita, já dentro da área. O atacante do Bayern de Munique bateu forte na saída de James e marcou o terceiro. Aos 24min, o ataque alemão encontrou ainda mais espaços vazios para fazer o quarto. Özil foi lançado, avançou pela ponta esquerda e cruzou rasteiro para Müller, que só precisou de um toque para mandar para as redes.

ALEMANHA 4 X 1 INGLATERRA

Alemanha

1 Neuer - 16 Lahm, 17 Mertesacker, 3 Friedrich, 20 Boateng - 6 Khedira, 7 Schweinsteiger - 13 Müller (15 Trochowski), 8 Özil, 10 Podolski - 11 Klose (23 Gomez)

Técnico: Joachim Löw

Inglaterra

1 James - 2 Johnson, 15 Upson, 6 Terry, 3 Ashley Cole - 16 Milner (16 Joe Cole), 8 Lampard, 14 Barry, 4 Gerrard - 19 Defoe (21 Heskey), 10 Rooney

Técnico: Fabio Capello

Local: Estádio Free State, em Bloemfontein

Árbitro: Jorge Larrionda (Uruguai)

Gols: Klose, 19min, Podolski, ao 31min do primeiro tempo. Müller, aos 21min e aos 24min do segundo tempo / Upson, aos 36min

Cartões amarelos: Friedrich (A), Johnson (I)

Autor: Tadeu Meniconi

Revisão: Nádia Pontes