1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Alemanha

Alemanha relembra massacre de Erfurt

Há cinco anos, um atentado numa escola do Leste alemão fazia 17 vítimas, chocando o país. Um psicólogo da Universidade Darmstadt fala sobre seu programa de esclarecimento e prevenção de casos semelhantes.

default

Estudantes reunidos diante do Ginásio Gutenberg

Cerca de 600 alunos e 60 professores reuniram-se nesta quinta-feira (26/04) no Ginásio Gutenberg, em Erfurt, no Leste alemão, para recordar uma tragédia ocorrida há cinco anos. Em 26 de abril de 2002, Robert Steinhäuser, de 19 anos, fuzilou 12 professores, dois alunos, uma secretária e um policial, antes de se suicidar.

O evento chocou a nação, desencadeando uma onda de questionamentos, desde a alienação juvenil e videogames violentos à mídia de massa e controle de posse de armas. Em 2006, uma tragédia semelhante em Emsdetten, no norte do país, deixaria 37 feridos, além do atirador morto.

Jens Hoffmann é psicólogo da Universidade Técnica de Darmstadt – ironicamente, a instituição-irmã do Instituto Tecnológico de Virginia, EUA, onde ocorreu o sangrento massacre de 16 de abril último. Ele desenvolveu um método de identificação precoce de pessoas inclinadas à violência em massa, que ensina em agências policiais, escolas e empresas. (av)

Clique no link abaixo para ler a entrevista com o psicólogo Jens Hoffmann.

Leia mais