1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

Alemanha rejeita proposta da Grécia

Ministério alemão das Finanças recusa pedido de extensão da ajuda financeira europeia, logo após Atenas encaminhar a solicitação. Berlim afirma que carta do governo grego não satisfaz critérios do Eurogrupo.

O Ministério das Finanças da Alemanha rejeitou o pedido de extensão de seis meses do financiamento europeu enviado pela Grécia nesta quinta-feira (19/02).

Martin Jäger, porta-voz do ministro das Finanças Wolfgang Schläuble, afirmou que "a carta de Atenas não propõe soluções substanciais" para o impasse com os parceiros europeus.

O verdadeiro objetivo do governo grego seria obter o financiamento sem responder às exigências do programa de resgate internacional, disse Jäger. "A carta não satisfaz os critérios estabelecidos pelo Eurogupo nesta segunda-feira."

O documento enviado pouco antes pelo novo governo grego solicitava a extensão do financiamento europeu, afirmando que Atenas se comprometeria a honrar suas dívidas e a não adotar medidas unilaterais que pudessem minar metas fiscais acordadas, segundo a agência de notícias Reuters.

O objetivo da extensão de seis meses do programa de resgate seria, entre outras coisas, "assegurar o trabalho em estreita cooperação com nossos parceiros europeus e internacionais". Tal afirmação indica um comprometimento do novo governo grego com a supervisão da chamada troica – formada pela União Europeia (UE), o Banco Central Europeu (BCE) e o Fundo Monetário Internacional (FMI). Entretanto, o documento não usou os termos "troica" e "resgate", segundo a Reuters.

Os ministros das Finanças da zona do euro devem se reunir nesta sexta-feira, em Bruxelas, para analisar o pedido da Grécia, na terceira tentativa de se chegar a um acordo com o novo governo esquerdista de Atenas.

RC/rtr/dpa/afp

Leia mais