Alemanha propõe ″Grexit″ temporário, diz jornal | Notícias e análises internacionais mais importantes do dia | DW | 12.07.2015
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

Alemanha propõe "Grexit" temporário, diz jornal

Segundo reportagem do jornal alemão "Frankfurter Allgemeine Sonntagszeitung", o ministro das Finanças do país, Wolfgang Schäuble, teria sugerido saída da Grécia da zona do euro por um período de cinco anos.

A versão online do jornal alemão Frankfurter Allgemeine Sonntagszeitung (FAZ) publicou neste sábado (11/07) que o ministro das Finanças alemão, Wolfgang Schäuble, propôs aos demais líderes europeus a "saída temporária" da Grécia da zona do euro.

Segundo documento obtido pelo FAZ e que será publicado na edição impressa deste domingo, o governo alemão teria proposto duas saídas para a crise grega. A primeira é a transferência de bens no valor de 50 bilhões de euros a um fundo fiduciário, o que serviria de garantia ao pagamento de novos créditos. E a segunda seria a saída temporária da Grécia da zona do euro por um período de cinco anos.

O texto faz críticas à lista de reformas apresentada nesta semana pelo primeiro-ministro grego, Alexis Tsipras, aos credores internacionais. De acordo com o documento, as propostas "falham em importantes áreas centrais de reforma para modernizar o país, e fazer a economia e o desenvolvimento crescerem no longo prazo."

O porta-voz de Schäuble não comentou o conteúdo da reportagem. Segundo a reportagem do FAZ, o governo alemão teria declarado que as propostas de Atenas não são suficientes para a liberação de um terceiro pacote de resgate econômico, no valor de 74 bilhões de euros.

Segundo o documento, caso Atenas opte pela segunda alternativa, um "Grexit" de cinco anos poderia ser combinado com um suporte "humanitário e técnico" da União Europeia (UE).

Líderes dos 28 países-membros do bloco irão se reunir em caráter emergencial neste domingo para tentar encontrar uma solução para o impasse. Reunidos neste sábado em Bruxelas, ministros de Economia e Finanças da UE expressaram ceticismo quanto à promessa da Grécia de implementar as medidas de austeridade.

Leia mais