1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Alemanha

Alemanha proíbe fogos perto de centros de refugiados

Quatro estados proíbem ou desencorajam artigos pirotécnicos no Ano Novo devido ao impacto psicológico que o barulho de explosões pode causar em requerentes de asilo que fugiram de guerras.

As autoridades alemãs de quatro estados proibiram ou desencorajaram o uso de fogos de artifício e artigos pirotécnicos nas imediações de abrigos de refugiados durante as celebrações do Ano Novo.

Entre os motivos estão possíveis ferimentos e incêndios em potencial, além de preocupações de que o barulho de explosões possa traumatizar os requerentes de asilo que fugiram de zonas de guerra.

Numa noite em que várias explosões ecoam pelas ruas alemãs, e os céus são iluminados por fogos, os governos da Renânia do Norte-Vestfália, Hesse, Renânia-Palatinado e Mecklemburgo-Pomerânia Ocidental – estados que abrigam muitos dos candidatos a asilo – proibiram ou desencorajaram o uso dos artigos pirotécnicos.

"Pessoas que vieram de uma zona de guerra associam o ruído das explosões mais a tiros e bombas do que com fogos de artifício", disse Christoph Söbbeler, da prefeitura de Arnsberg, no estado da Renânia do Norte-Vestfália. "Isso pode reascender os traumas das pessoas."

O governo alemão transformou diversos ginásios, hotéis e prédios vazios em abrigos para uma parte das pessoas que chegaram ao país em busca de asilo neste ano, muitas fugindo de conflitos no Oriente Médio e África.

FC/dpa/afp/ap/rtr

Leia mais