Alemanha precisa vencer Gana para evitar eliminação inédita | Fique informado sobre tudo o que acontece na Copa do Mundo | DW | 22.06.2010
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Copa do Mundo

Alemanha precisa vencer Gana para evitar eliminação inédita

Seleção alemã nunca foi eliminada na fase de grupos na história das Copas do Mundo. Para manter este retrospecto, time de Joachim Löw precisa vencer Gana. O técnico e o capitão têm certeza de que isto vai acontecer.

default

Cargo de Joachim Löw pode estar ameaçado

Alemanha e Gana se enfrentam nesta quarta-feira (23/06) numa partida que ainda vale pelo Grupo D, mas que é como se já fosse da fase final. Quem vencer se classifica para as oitavas de final. Se perder, a Alemanha está fora. Se empatar, torce para que a Sérvia não vença a Austrália na outra partida, que é simultânea – neste caso, uma improvável vitória australiana por sete gols de diferença também eliminaria os alemães.

A situação de Gana e Alemanha seria mais tranquila se as duas equipes que venceram na primeira rodada não tivessem decepcionado na última. A equipe africana ficou no empate por 1 a 1 contra a Austrália, mesmo tendo jogador contra dez homens desde o primeiro tempo. Já a Alemanha, que estreou com goleada de 4 a 0 contra a Austrália, foi derrotada pela Sérvia na segunda partida: 1 a 0.

Löw ameaçado

A derrota para a Sérvia abalou a confiança que a torcida tem no time da Alemanha. Depois da vitória na estreia, o clima era de euforia, mas agora prevalece o medo. Na história das Copas do Mundo, a seleção nunca saiu na fase de grupos. Uma eliminação precipitada poderia custar o emprego do técnico Joachim Löw, que ainda não renovou seu contrato.

WM100613 Deutschland Australien

Para Cacau, o importante é pensar no jogo

Esta não é, contudo, a principal preocupação dos jogadores. "O jogo é importante demais para se pensar em outras coisas. Isto é uma Copa do Mundo, aqui se joga pela DFB [Federação Alemã de Futebol] e pela Alemanha", respondeu Cacau, atacante brasileiro naturalizado alemão, que deve substituir Klose, que foi expulso na última partida.

"Ninguém vai para o jogo para decidir pelo técnico. Todo mundo sabe que nós queremos continuar trabalhando com ele. De toda forma, ninguém sabe ainda qual será a decisão dele. Mesmo se nós ganharmos a Copa, não está claro que ele fica", ponderou o zagueiro Arne Friedrich.

Certeza na vitória

Joachim Löw não está preocupado. E não se trata aqui do futuro de seu emprego, mas sim do futuro da Alemanha na Copa do Mundo. "Eu estou convencido de que nós alcançaremos a próxima fase", disse o treinador.

"Apesar de toda a decepção da derrota para a Sérvia, nós ganhamos autoconfiança. Naturalmente estamos mais pressionados, mas nós alcançaremos a próxima fase", prosseguiu Löw.

Philipp Lahm Kapitan deutsche Nationalmannschaft

Lahm tem certeza de que a Alemanha se classifica

Esta confiança transparece nas palavras do capitão Philipp Lahm. "Ninguém precisa ficar com medo nem inquieto. Mesmo com dez homens, dominamos o jogo contra a Sérvia. Por isso eu estou 100% certo de que nós chegaremos às oitavas de final", prometeu.

O lateral do Bayern de Munique protegeu ainda seu companheiro Holger Badstuber, de quem muito se exigiu depois do jogo contra a Sérvia, e disse que a Alemanha deve manter sua formação. "Não há motivo para mudar nada, pois nós fizemos um jogo regular. Teríamos vencido 11 contra 11", disse o capitão.

Kevin-Prince Boateng

Além da tensão normal de um jogo de Copa do Mundo, este duelo tem um ingrediente a mais. Será o encontro de Kevin-Prince Boateng com a Alemanha. O jogador nasceu em Berlim e é irmão de Jerome Boateng, zagueiro da seleção alemã. Kevin-Prince é tido no país europeu como um bad boy, principalmente depois que cometeu a falta sobre Michael Ballack que contundiu o meia e o impediu de jogar o Mundial.

Kevin Prince Boateng und Jerome Boateng Fußball

Kevin Prince e Jerome, os irmãos Boateng

A assessoria de imprensa da seleção de Gana não quis que ele falasse com a imprensa alemã às vésperas do jogo para não pôr mais lenha na fogueira. "Eu posso prometer para os torcedores de Gana: eu jogo para vencer, não importa se o adversário seja meu irmão, meu pai ou minha mãe", foi tudo o que disse Kevin-Prince.

Na verdade, os dois irmãos não têm o melhor dos relacionamentos. "No momento, não temos nada a dizer um para o outro", contou Jerome. "Mas isto acontece também em outras famílias. Ele é meu irmão e continua meu irmão", minimizou o zagueiro.

Para controlar esta partida que promete ser uma pilha de nervos, um brasileiro. O árbitro será Carlos Eugênio Simon, auxiliado por Altemir Hausmann e Roberto Braatz.

Autor: Tadeu Meniconi

Revisão: Roselaine Wandscheer

Leia mais