1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Copa do Mundo

Alemanha, país com idéias para atrair investidores

Quinze grandes empresas alemãs aprovaram a campanha de 20 milhões de euros para atrair investidores à Alemanha. Campanha visa criar um clima favorável no mercado interno e atrair investimentos externos.

default

Ministro Schily engaja-se na divulgação do país

A iniciativa conjunta do governo e da indústria alemães pretende aproveitar o clima do Campeonato Mundial de Futebol de 2006 para divulgar o país como plataforma para investimentos e, ao mesmo tempo, incentivar o consumo doméstico. O Ministério da Economia estima que o benefício econômico decorrente da Copa no próximo ano será de, no mínimo, 10 bilhões de euros.

Para demonstrar a importância dada por Berlim ao projeto, a apresentação da campanha de marketing, na última segunda-feira (28/02), foi prestigiada inclusive pelo ministro do Interior, Otto Schily, e pelo vice-presidente da Confederação Alemã da Indústria (BDI), Michael Rogowski.

O objetivo da campanha, que será lançada em abril próximo, é divulgar a Alemanha como "o país de idéias". O projeto, no valor de 20 milhões de euros, será financiado em proporções iguais pela indústria e pelo governo. A cota mínima prevista para cada empresa participante é de 100 mil euros. Uma grande preocupação dos empresários é evitar que a campanha seja usada para fins eleitorais, já que em 2006 haverá eleições parlamentares no país.

Nem cifras, nem nomes

"O empresariado alemão pretende colaborar com pelo menos dez milhões de euros, se não mais", afirmou Rogowski. Ele não quis, no entanto, adiantar nomes nem cifras mais concretas: "Em algumas semanas, faremos os pacotes com as empresas. Daí saberemos mais", assinalou.

Também o ministro do Interior, Otto Schily, demonstrou-se satisfeito com o apoio da iniciativa privada. "Estou feliz que chegamos a um consenso. Queremos apresentar o lema 'país de idéias' da melhor forma possível, tanto dentro como fora da Alemanha", salientou. O responsável pelo projeto é o FC Deutschland 06, um "grupo de pessoas muito responsáveis", resumiu o ministro.

Instalações diante de motivos típicos

Goleo

Goleo, o mascote da Copa

A iniciativa terá a participação de três agências de propaganda, responsáveis por diversos eventos. Uma delas é a berlinense Scholz & Friends. Estão planejadas, por exemplo, esculturas de dois metros de altura que serão colocadas diante de motivos típicos dos cartões postais, como o Portão de Brandemburgo. Outros eventos serão inspirados na campanha olímpica de Sydney no ano 2000.

O responsável pelo projeto é Mike de Vries, que já havia se engajado na candidatura (entrementes fracassada) de Leipzig aos Jogos Olímpicos de 2012. Ao lado dele, serão nomeadas outras cinco pessoas, entre elas o ministro do Interior. Além disso, haverá um grupo de 12 a 24 curadores, com representantes de diversos setores da vida social.

Leia mais