1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Copa do Mundo

Alemanha nunca derrotou Itália em Copas

Italianos ganharam dois e empataram dois dos quatro duelos anteriores disputados com alemães em Mundiais. Além disso, derrota de 4 a 1 em amistoso recente ainda castiga alemães.

default

Oportunidade para alemães se vingarem da derrota sofrida no amistoso em março

As seleções da Itália e Alemanha enfrentam-se pela quinta vez na história das Copas, na semifinal desta terça-feira (04/07) em Dortmund. Os alemães contabilizam um saldo de duas derrotas e dois empates nos quatro clássicos já disputados.

A partida mais legendária foi a semifinal de 1970 no México, em que a Alemanha foi derrotada por 4 a 3. Doze anos depois, os italianos venceram por 3 a 1 a final da Copa do Mundo na Espanha.

1962 no Chile (1ª fase – 0 a 0)

No auge do catenaccio, os italianos estrearam em 31 de maio de 1962 com um empate sem gol com a Alemanha. Uwe Seele perdeu a melhor chance da equipe de Sepp Herberger, chutando a bola no travessão, aos 12 minutos do primeiro tempo. Depois disso, os dois times não mostraram muito interesse em marcar gols.

1970 no México (Semifinal – 4 a 3 após prorrogação)

Os torcedores no Estádio Asteca assistiram em 17 de junho de 1970 a um dos jogos mais dramáticos da história das Copas. Após o gol de Boninsegna aos 8 minutos, a Alemanha partiu com um rolo compressor para o ataque, mas só conseguiu o empate no último minuto do tempo regulamentar, através de Karl-Heinz Schnellinger, que atuava no futebol italiano.

O que aconteceu na prorrogação entrou para a história. Imediatamente após o 2 a 1 marcado por Gerd Müller, Burgnisch empatou. Riva colocou a Itália novamente em vantagem no marcador, Müller fez o 3 a 3. Mas depois do 4 a 3 assinalado por Rivera, faltou força aos alemães para reverter o marcador.

1978 na Argentina (2ª fase – 0 a 0)

Oito anos depois da semifinal no México, o duelo em Buenos Aires não teve nada de dramático. Na estréia na segunda fase, em 14 de junho de 1978, as duas equipes não estavam a fim de afrouxar seus esquemas táticos sob o nevoeiro que reinava em campo. Em sua 16ª atuação em Mundiais, Sepp Maier fez defesas espetaculares, enquanto a dupla de ataque Klaus Fischer e Karl-Heinz Rummenigge fez seu terceiro jogo no torneio sem marcar gols.

1982 na Espanha (Final – 3 a 1)

Três dias após a vitória dramática sobre a França nas semifinais, a seleção alemã fracassou novamente contra os azzurri, na tentativa de conquistar o título em 11 de julho de 1982 no Estádio Santiago Bernabeu.

Nem mesmo o fato de Cabrini ter desperdiçado um pênalti no primeiro tempo ajudou a equipe treinada por Jupp Derwall, que cansou na etapa final. Paolo Rossi (artilheiro da Copa), Marco Tardelli e Alessandro Altobeli fizeram 3 a 0, antes de Paul Breitner marcar o gol de honra.

Fiasco de Florença

Além do retrospecto negativo contra a Itália em Copas, a seleção alemã tentará na terça-feira em Dortmund uma revanche pela derrota de 4 a 1 no amistoso disputado em 1º de março deste ano. O "fiasco de Florença" foi o maior tropeço da Alemanha nos preparativos para o Mundial de 2006 e quase derrubou Jürgen Klinsmann do posto de técnico da seleção anfitriã.

Leia mais