1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Economia

Alemanha mais perto da liberalização do mercado de gás

O Parlamento alemão aprovou, nesta sexta-feira (17), mais uma medida favorável à comercialização de gás natural no país.

default

Tubulação de gás

Trata-se de uma importante mudança nas regras que envolvem o comércio e a distribuição de gás natural na Alemanha. Os partidos governistas social-democrata (SPD) e Verde aprovaram uma medida que obriga as empresas provedoras de gás do país a permitir que outras distribuidoras façam uso de suas redes.

A nova lei atende as exigências da União Européia. O ministro da Economia, Werner Müller considerou a mudança um novo marco rumo à liberalização do mercado de gás na Alemanha e Europa. Ele frisou que o estabelecimento de um mercado comum europeu de energia é o caminho mais evidente e necessário.

Müller garantiu que a medida trará benefícios para as empresas e consumidores privados da Alemanha, prevendo uma queda nos preços devido a maior competitividade no mercado. "A concorrência no mercado de gás natural acarretará em uma redução de preços", acredita o ministro, a despeito dos custos da importação do gás.

Ao contrário da energia elétrica e da telefonia, o gás é importado na Alemanha. O preço final ao consumidor está atrelado a valores estipulados por outros mercados internacionais.

Balanço positivo - O ministro alemão da Economia fez um balanço positivo da política energética nacional. A contribuição do governo para incrementar o uso de energias alternativas e renováveis no país cresceu "drasticamente" nos últimos três anos, conforme avaliação de Müller.