1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Alemanha

Alemanha longe do pódio acadêmico

Em recente pesquisa sobre universidades internacionais, as instituições alemãs não conseguiram se classificar entre as 40 melhores. Mais uma vez, americanos lideram o ranking.

default

Universidade de Heidelberg é a melhor instituição alemã segundo ranking

A lista divulgada no suplemento de Educação do jornal britânico The Times apresentou pouca diferença em relação ao ranking de um ano atrás. As universidades norte-americanas seguem sendo as mais cotadas do mundo.

Harvard foi a primeira colocada, com 100 pontos, seguida do Instituto de Tecnologia de Massachussets (MIT), com 86,9. Entre as nove melhor colocadas, apenas duas são britânicas: Cambridge e Oxford, na terceira e quarta posição. Em décimo lugar ficou a francesa École Polytechnique.

Subindo de posto

Na opinião de 2375 acadêmicos de diversos países, as universidades alemãs não alcançaram os

índices suficientes para acompanhar as instituições do Novo Mundo. De qualquer forma, com a 45ª colocação, Heidelberg voltou a ser a principal representante alemã no ranking. A universidade já havia sido considerada a melhor instituição da Alemanha no ano passado, quando ocupou o 47º lugar.

Göttingen, Aula der Universität

Prédio que integra a Universidade de Göttingen

Entre as 100 melhores instituições de ensino superior do mundo, aparece ainda a Universidade de Munique (Ludwig Maximilians Universität München – LMU) na 55ª posição. Também caindo no ranking, a Universidade Técnica de Munique (TU München), recebeu, neste ano, a 105ª colocação. A Universidade de Göttingen ficou nove posições abaixo desta e a Universidade Técnica de Berlim, no posto 154.

Ao todo, o continente europeu teve cinco instituições entre as 20 melhores (quatro britânicas e uma francesa). O levantamento do jornal britânico considera como parâmetros de avaliação citações de artigos científicos, relação entre o número de professores por aluno, projetos no exterior e, pela primeira vez, a impressão de empresas em relação aos recém-formados.

Jóia do pensamento alemão

Studieren in Deutschland: Hochschultypen / Universität

Estudantes durante aula em universidade alemã

Apesar da baixa colocação da Universidade de Heidelberg no Times Higher's 2005 World University Rankings, o próprio periódico britânico considera a mais antiga instituição de ensino superior da Alemanha (foi fundada em 1386) como "uma jóia do pensamento e da tradição de ensino".

Outro ponto positivo foi o reconhecimento recebido por Heidelberg em pesquisa da revista alemã Focus, divulgada em outubro, em que foi considerada líder no campo das Ciências Exatas no país.

Conforme explicação da publicação, em Heidelberg os estudantes podem desenvolver seus interesses de uma forma melhor porque a possibilidade de cursos nesta área é muito extensa. Com a média de 100 citações científicas anuais, a universidade é top no cenário acadêmico alemão, reforça o levantamento.

Leia mais