1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Economia

Alemanha lidera falsificação de software na Europa

Há três anos consecutivos, a Alemanha é líder européia na pirataria de software. Os fabricantes apontam o enfraquecimento da economia como causa para a crescente prática do comércio ilegal de aplicativos no país.

default

O computador já faz parte do dia-a-dia do alemão

A pirataria de software na Alemanha sofreu um aumento drástico no último ano, segundo análise da Businnes Software Alliance (BSA), uma associação que reúne fabricantes de artigos de informática. Com um prejuízo na ordem de 762 milhões de euros em 2001 (649 milhões de euros em 2000), a Alemanha é o país europeu líder na falsificação de programas.

O aumento da pirataria de software em solo alemão estaria diretamente relacionado com o enfraquecimento da economia do país, segundo especialistas do setor. "Especialmente em tempos de recessão, os empresários acham que podem reduzir os custos operacionais através do emprego de software ilegal", avalia Georg Herrnleben, diretor regional da BSA para a Europa Central.

A situação da Alemanha não é nada confortável. Nos últimos oito anos, ela só perdeu a liderança em termos de prejuízos decorrentes da pirataria de software, no leste europeu, uma única vez, em 1999, para a Grã-Bretanha.

Nesse meio tempo, entretanto, os ingleses intensificaram as medidas que asseguram proteção para os produtos licenciados, conseguindo, assim, reduzir consideravelmente a pirataria de software no país. Em 2001, a Grã-Bretanha teve um prejuízo de 291 milhões de dólares no setor, um valor que não chega a metade do registrado na Alemanha.

A BSA luta pela regulamentação dos direitos autorais na área da informática e por uma maior segurança na internet. Os fabricantes exigem a implantação de regras mais rigorosas, capazes de inibir a prática do comércio ilegal de software na Alemanha. Eles também pleiteiam pela adoção de normas únicas na Europa, que ajudariam a coibir a ação dos falsários via internet, uma prática cada vez mais usual e de difícil controle.

Pirataria no mundo – A pirataria de artigos ligados à informática é uma tendência mundial. Nos últimos dois anos, o comércio ilegal cresceu 40%. Estima-se que os prejuízos para a economia mundial sejam da ordem de 12,26 bilhões de dólares. Em todo o mundo, os países que mais praticam a pirataria de software são o Vietnã (95%), China (92%) e Indonésia (88%).