1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Alemanha

Alemanha já recebeu quase 1 milhão de refugiados em 2015

Número ultrapassa última estimativa do governo, divulgada em agosto, de que 800 mil migrantes entrariam no país durante o ano. Atualmente há um acúmulo de mais de 355 mil requerimentos de asilo empilhados.

default

Refugiados aguardam na fila para cruzar fronteira da Áustria com a Alemanha

A estimativa oficial previa que cerca de 800 mil refugiados chegariam à Alemanha neste ano. A realidade, no entanto, já é outra. Até novembro, quase 965 mil requerentes de asilo foram registrados no país, como anunciou nesta segunda-feira (07/12) o Ministério alemão do Interior.

O número é quatro vezes maior do que a quantidade total de 2014, que foi de pouco mais de 238 mil migrantes. Somente em novembro, foram registrados 206 mil requerentes de asilo em todo o país. Mais da metade deles, cerca de 484 mil, veio da Síria. Em segundo lugar ficou o Afeganistão, seguido do Iraque.

O governo defende ainda a estimativa de agosto e alega que o número divulgado nesta segunda-feira ainda poderá ser corrigido, pois há muitas entradas registradas duas vezes.

"O prognostico em agosto deste ano era compreensível e coeso. Ele foi ultrapassado devido ao aumento do número desde meados de agosto", afirmou o ministro do Interior, Thomas De Maizière, que recusou apresentar uma estimativa nova.

O ministro, porém, ressaltou que o número de novos migrantes caiu nas últimas duas semanas. "Não é uma tendência, mas um bom desenvolvimento", disse, citando que a quantidade diária de refugiados que entrou na Alemanha caiu para entre 2 e 3 mil. No auge da crise, cerca de 10 mil migrantes chegavam diariamente ao país.

No último fim de semana, a polícia federal registrou a entrada de 4.913 migrantes, e a maioria chegou ao país pela Áustria.

Logo após a divulgação da estimativa de 800 mil em agosto, muitos governadores e prefeitos contestavam a previsão e afirmavam que o número de migrantes passaria de 1 milhão, diante do fluxo migratório intenso.

O governo alemão também vem sendo criticado pela lentidão no procedimento de asilo. A Agência Federal de Migração e Refugiados da Alemanha (Bamf) comunicou na sexta-feira que será capaz de lidar com os

requerimentos de refugiados recém-chegados

somente a partir de maio.

Atualmente há um acúmulo de mais de 355 mil requerimentos empilhados, apesar de a agência ter diminuído em 100 mil o número de pedidos pendentes. Nesta conta, no entanto, não estão incluídos os requerimentos de refugiados que ainda nem deram início aos seus processos.

CN/rtr/dpa/afp

Leia mais