1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Alemanha

Alemanha investe mais em alta tecnologia

Ministério da Educação e Pesquisa anuncia pacote de investimentos no segmento tecnológico para gerar 1,5 milhão de empregos.

default

Os novos recursos vão fomentar a pesquisa em 17 campos tecnológicos

A ministra alemã da Educação e Pesquisa, Annette Schavan (CDU), anunciou nesta quarta-feira (30/08) em Berlim que o país vai investir 14,6 bilhões de euros nos setores de pesquisa e desenvolvimento de alta tecnologia durante os próximos três anos. O objetivo da medida é criar 1,5 milhão de empregos no período.

Schavan will neue Rechtschreibregeln im Urlaub studieren

Segundo a ministra da Educação e Pesquisa, as novas tecnologias precisam gerar lucros para o país

Schavan declarou que a Alemanha tem conseguido bons resultados com pesquisas inovadoras, mas não vem obtendo desempenho satisfatório quando o assunto é colocar produtos de ponta no mercado. "Em muitas áreas somos o número um em pesquisas básicas. Mas não temos conseguido colocar sempre essas idéias em prática nos campos técnicos", avalia.

A ministra adicionou que boas idéias geradas na Alemanha freqüentemente são engavetadas ou acabam sendo transformadas em produtos lucrativos em outros países. Segundo ela, a prioridade é a pesquisa científica que possa gerar produtos ou processos produtivos com finalidades comerciais.

A maior parte do novo pacote de investimentos deverá ser aplicada na indústria aeroespacial e no setor energético. As pesquisas voltadas para os segmentos de saúde, meio ambiente, segurança de usinas nucleares, biotecnologia, tráfego e nanotecnologia também receberão aportes. No total, Schavan listou 17 áreas inovativas que serão apoiadas.

Illustration Forschungsstandort Deutschland

O objetivo do pacote é gerar 1,5 milhão de empregos na área tecnológica

Os recursos também vão ser investidos em incentivos para pequenas e médias empresas que conseguirem de forma mais rápida colocar no mercado invenções e novas tecnologias. "Queremos assegurar que jovens cientistas neste país aproveitem as oportunidades e façam da Alemanha um lugar onde novos talentos sejam revelados", observou.

Apesar de ter sido elogiado por diversos setores da indústria, o novo pacote foi também objeto de críticas. A Associação Alemã da Indústria Eletroeletrônica manifestou preocupação com a medida, cobrando do governo atenção para idéias e invenções já existentes e pesquisas em andamento, em lugar de fomentar novas iniciativas.

Leia mais