Alemanha goleia a Argentina e está nas semifinais | Fique informado sobre tudo o que acontece na Copa do Mundo | DW | 03.07.2010
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Copa do Mundo

Alemanha goleia a Argentina e está nas semifinais

Seleção de Joachim Löw tem uma atuação de gala e não dá chance aos favoritos: 4 a 0. Klose aproveita a chuva de gols para se aproximar do recorde histórico em Mundiais; com mais um, ele alcança Ronaldo.

default

Klose marca seu primeiro no jogo, o segundo da Alemanha

Uma atuação de gala pôs a seleção alemã nas semifinais da Copa do Mundo. Os comandados de Joachim Löw não deram chances à Argentina, considerada favorita, e venceram por 4 a 0 no Estádio Green Point, na Cidade do Cabo neste sábado (03/07), e entraram para a história do futebol.

Gol relâmpago

Pode-se dizer que o jogo começou 1 a 0 para a Alemanha. Isto porque o primeiro gol alemão foi o mais rápido desta Copa do Mundo até o momento. Com apenas 2min, Schweinsteiger cobrou falta da esquerda, com curva. O goleiro Romero já saía para tentar cortar a bola, e um leve desvio de cabeça de Thomas Müller foi o suficiente para pegá-lo no contrapé e abrir o placar.

Fußball WM 2010 Deutschland Argentinien TOR Flash-Galerie

Thomas Müller abriu o placar de cabeça aos 2min

Perdendo desde o início, a Argentina tinha a obrigação de atacar mais. De fato, a equipe sul-americana teve mais posse de bola e passou mais tempo no campo de ataque durante todo o primeiro tempo. Mas, na prática, não adiantou muito.

A Alemanha, quando ia ao ataque, encontrava mais espaço e sabia o que fazer. Aos 23min, Müller invadiu a área pela direita e rolou para Klose, livre, chutar por cima uma excelente oportunidade.

O melhor momento da Argentina no primeiro tempo foi a partir de meia hora de jogo. Em duas oportunidades, Neuer fez defesas seguras em chutes de Di María e Higuaín. Houve ainda um gol anulado corretamente – Tévez recebeu a bola em posição de impedimento. Mas a Alemanha jogava de forma segura e levou a vantagem de 1 a 0 para o intervalo.

Com apenas 45 minutos pela frente, a Argentina voltou com tudo para o segundo tempo. A ideia era pressionar, ameaçando com a individualidade de seus excelentes atacantes – com destaque para Messi, naturalmente. Aos 2min, com um chute de fora da área, foi quem levou mais perigo, errando o ângulo do gol por pouco.

Abriu a porteira

Mas o jovem time alemão teve frieza para suportar a pressão e sair bem nos contra-ataques. Aos 22min, Müller disputou com um defensor argentino e, mesmo caído, conseguiu um ótimo passe para Podolski na área, pela esquerda. Ele tocou para Klose, sem goleiro, marcar o gol com toda a calma.

WM Südafrika 2010 Deutschland vs Argentinien Flash-Galerie

Comemoração do terceiro gol: jogo na mão

Seis minutos depois, a Alemanha decretaria sua classificação. Schweinsteiger invadiu a área pelo lado esquerdo, costurando entre os zagueiros em linda jogada e foi à linha de fundo. Com um passe curto, ele deslocou o goleiro e coube a Friedrich empurrar para as redes, aos 28min.

Já estava consolidado. A Alemanha já poderia até abrir uma garrafa de cerveja, mas ainda precisava jogar até o fim e aproveitou para ajudar no projeto pessoal de Klose.

Aos 43min, ele recebeu um cruzamento de Podolski na medida e, livre, escorou de chapa para marcar o quarto. Foi seu 14º gol em Copas do Mundo, igualando a marca histórica de Gerd Müller. Falta apenas um para que ele alcance Ronaldo como maior artilheiro da história dos Mundiais.

ARGENTINA 0 X 4 ALEMANHA

Argentina:

22 Romero – 15 Otamendi (23 Pastore), 2 Demichelis, 4 Burdisso, 6 Heinze – 14 Mascherano, 20 Rodriguez, 7 Di María (16 Agüero) – 10 Messi, 11 Tevez, 9 Higuaín

Técnico: Diego Maradona

Alemanha:

1 Neuer – 16 Lahm, 3 Friedrich, 17 Mertesacker, 20 Boateng (2 Jansen) – 6 Khedira (18 Kroos), 7 Schweinsteiger – 13 Müller (15 Trochowski), 10 Podolski, 8 Özil – 11 Klose

Técnico: Joachim Löw

Local: Estádio Green Point, Cidade do Cabo

Árbitro: Ravshan Irmatov (Uzbequistão)

Gols: Primeiro tempo: Müller, aos 2min. Segundo tempo Klose, aos 22min e aos 43min, Friedrich, aos 28min

Cartões amarelos: Otamendi, Mascherano (Ar), Müller (Al)

Autor: Tadeu Meniconi

Revisão: Roselaine Wandscheer

Leia mais