1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Copa do Mundo

Alemanha elimina a Argentina nos pênaltis

Lehmann defende duas cobranças de penalidade máxima e alemães estão classificados para as semifinais da Copa do Mundo. Argentinos são eliminados.

default

Goleiro alemão pega o primeiro dos dois pênaltis que garantiram a vaga nas semifinais

A seleção da Alemanha é a primeira equipe classificada para as semifinais da Copa do Mundo após derrotar a Argentina nas cobranças de pênaltis nesta sexta-feira (30/06) em Berlim. O jogo foi nervoso e de forte marcação do início ao fim.

Os argentinos marcaram primeiro. Aos três minutos do segundo tempo, Ayala cabeceou para o fundo das redes após cobrança de escanteio de Riquelme. O gol alemão saiu aos 34 minutos do segundo tempo. Após cruzamento de Ballack, Borowski ajeitou de cabeça para Klose, também de cabeça, tocar para o gol.

Com o resultado, os alemães enfrentarão na próxima terça-feira o vencedor do jogo entre Itália e Ucrânia. A seleção da Argentina está eliminada da competição.

O jogo começou nervoso e com ambas as equipes marcando forte. Com menos de um minuto de jogo, Riquelme e Klose já haviam se estranhado. O argentino deu um tapa no rosto do alemão. Aos três minutos, Podolski recebeu o primeiro cartão amarelo após falta em Mascherano.

A primeira chance de gol foi aos 16 minutos. Schneider cruzou para a área e Ballack cabeceou por cima do gol. Foi a melhor chance no primeiro tempo. Depois dessa jogada, a forte marcação prevaleceu e nenhuma equipe conseguiu criar mais chances de gol em toda a primeira etapa.

O segundo tempo começou melhor. Logo aos três minutos, Riquelme cobrou escanteio para a área e Ayala subiu mais alto que Klose para cabecear para o gol.

Com o gol argentino, os alemães foram para o ataque. A entrada de Odonkor, aos 16 minutos, deu ainda mais velocidade ao time alemão e elevou o seu potencial ofensivo.

Mas foram os argentinos que quase ampliaram o placar. Lahm errou um passe no meio do campo e Tévez ficou com a bola. O atacante do Corinthians avançou até a área alemã e passou para Maxi Rodriguez, que chutou na rede pelo lado de fora.

Aos 34 minutos, a agonia alemã acabou. Ballack cruzou bola da esquerda para a área e Borowski ajeitou de cabeça para Klose, que também de cabeça tocou para o fundo das redes.

O empate deixou a partida novamente nervosa e de forte marcação. As duas equipes não arriscaram ataques audaciosos temendo um contra-ataque adversário. Com isso, o resultado prevaleceu até o final da prorrogação.

Nas cobranças de pênalti, os alemães foram claramente superiores e converteram todos os seus chutes com segurança. Já os argentinos não tiveram a mesma competência e o goleiro Jens Lehmann defendeu as cobranças de Ayala e Cambiasso.

ALEMANHA 1 x 1 ARGENTINA

Alemanha
Lehmann - Friedrich, Mertesacker, Metzelder e Lahm - Frings, Schneider (Odonkor), Ballack e Schweinsteiger (Borowski) - Podolski e Klose (Neuville)
Técnico : Jürgen Klinsmann

Argentina
Abbondanzieri (Franco) - Coloccini, Ayala, Heinze e Sorin - Luis González, Mascherano, Riquelme (Cambiasso) e Maxi Rodriguez - Tévez e Crespo (Cruz)
Técnico : José Pekerman

Data : 30/06/2006
Local : Estádio Olímpico de Berlim
Horário : 17h (12h em Brasília)
Árbitro : Lubos Michel (Eslováquia)
Auxiliares : Roman Slysko e Martin Balko (ambos eslovacos)
Cartões amarelos : Podolski, Odonkor e Friedrich (Alemanha) e Sorin, Mascherano, Maxi Rodriguéz e Cruz (Argentina)
Gols : Ayala, aos 3 minutos do segundo tempo, e Klose, aos 34 minutos do segundo tempo

Leia mais

  • Data 30.06.2006
  • Autoria (as)
  • Imprimir Imprimir a página
  • Link permanente http://p.dw.com/p/8hiS
  • Data 30.06.2006
  • Autoria (as)
  • Imprimir Imprimir a página
  • Link permanente http://p.dw.com/p/8hiS