Alemanha e seus casos policiais curiosos | Notícias sobre política, economia e sociedade da Alemanha | DW | 06.04.2016
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Alemanha

Alemanha e seus casos policiais curiosos

Nem sempre o trabalho da polícia envolve violência. É o que mostram quatro incidentes registrados nos últimos dias, envolvendo de pacotes suspeitos a abelhas e brinquedos sexuais.

Casos pitorescos da polícia alemã

Casos pitorescos da polícia alemã

Três jovens brincavam em uma garagem subterrânea na cidade alemã de Münster na tarde desta terça-feira (05/04) quando foram abordados pela polícia com a clássica frase "Polícia! Não se mexam!". Dois garotos de 14 anos haviam amarrado a irmã de um deles, de dez anos, e brincavam inocentemente de "polícia e bandido".

Mas os policiais consideraram as pistolas pneumáticas de brinquedo muito semelhantes às reais. Rapidamente o mal-entendido foi esclarecido, mas mesmo assim as armas de brinquedo foram apreendidas e os pais dos garotos, notificados.

Já em Halberstadt, na Baixa Saxônia, o grupo de remoção de bombas da polícia foi chamado na última noite pela funcionária de um salão de jogos por causa de ruídos eletrônicos vindos de uma lata de lixo. Temendo que pudesse ser uma bomba, a polícia evacuou a área em volta, fechou a rua e transferiu 90 pessoas para um local seguro. Ao examinarem a lata de lixo, no entanto, os peritos encontraram um anel peniano com o vibrador ligado.

No estado de Baden-Württemberg, suspeitando que contivessem drogas, um homem levou vários saquinhos pretos à delegacia de polícia de Sasbachwalden na manhã de segunda-feira. O homem de 55 anos havia observado um desconhecido jogar vários pacotinhos "suspeitos" num cesto de lixo da rua.

O cheiro já afastou a suspeita de que se tratasse de drogas, segundo um policial. "Uma investigação mais detalhada confirmou que eram excrementos caninos", disse.

Nos últimos dias também ocorreu um furto bastante incomum. Três colmeias com um total de 90 mil abelhas foram levadas de um apicultor na semana passada, em Herzberg, na Baixa Saxônia.

RW/dpa/afp

Leia mais