1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

Alemanha e Israel destacam amizade, mesmo com divergências

Acordo nuclear com o Irã e solução de dois Estados no Oriente Médio opõem os países, que há 50 anos iniciaram relações diplomáticas. Presidente israelense inicia visita a Berlim para celebrar jubileu.

default

Gauck recepciona Rivlin em Berlim, no Castelo Bellevue, com honras militares

Os presidentes da Alemanha, Joachim Gauck, e de Israel, Reuven Rivlin, declararam nesta segunda-feira (11/05) em Berlim que, apesar de diferenças políticas atuais, querem fortalecer suas relações de amizade e combater juntos o antissemitismo e o racismo.

Gauck reiterou, porém, que a Alemanha continuará defendendo a solução de dois Estados para a questão israelo-palestina. Rivlin descarta essa possibilidade, assim como o novo governo do primeiro-ministro Benjamin Netanyahu.

Há também diferenças em relação ao acordo nuclear com o Irã, que a Alemanha ajudou a fechar e que o governo israelense rejeita com veemência, afirmando que ele coloca em risco a existência do Estado de Israel.

Deutschland Joachim Gauck empfängt Reuven Rivlin Gedenken

Rivlin deposita coroa de flores em monumento a judeus deportados para campos de concentração

Os dois chefes de Estado concordaram, porém, que essas questões não afetam as relações diplomáticas entre os dois países, iniciadas há 50 anos e marcadas pela amizade e confiança mútuas. Rivlin iniciou nesta segunda-feira uma visita de três dias à Alemanha para celebrar o jubileu.

O presidente israelense foi recebido com honras militares por Gauck, no Palácio Bellevue, residência oficial do presidente alemão em Berlim. À tarde, depositou uma coroa de flores no monumento Gleis 17 (plataforma 17), no bairro de Grunewald, de onde milhares de judeus foram enviados para campos de concentração durante o regime nazista.

Durante uma entrevista à imprensa, Rivlin destacou que as relações entre os dois países se baseiam em valores comuns, como democracia, liberdade de opinião e igualdade de direitos. Ele ressalvou ainda que as boas relações entre Alemanha e Israel não significam, de forma alguma, uma reparação pelo Holocausto. Gauck afirmou sentir uma profunda gratidão pela confiança e amizade de Israel.

Nesta terça-feira, Rivlin vai se encontrar com a chanceler federal Angela Merkel e com o ministro do Exterior da Alemanha, Frank-Walter Steinmeier.

AS/dpa/dw/afp

Leia mais