1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Alemanha

Alemanha e França querem incrementar parceria científica

A ministra alemã da Educação, Edelgard Bulmanh, fez quatro propostas de trabalho em conjunto durante o Fórum Teuto-Francês de Cooperação Científica.

default

A ministra alemã Edelgard Bulmahn

Cientistas e políticos alemães e franceses reuniram-se nesta terça-feira (12) em Paris, para traçar os novos rumos da cooperação de pesquisas entre os dois países. Durante o fórum franco-alemão, a ministra da Educação da Alemanha Edelgard Bulmahn ressaltou a importância da cooperação bilateral na busca do melhor caminho para a pesquisa na Europa. Segundo ela, o trabalho conjunto em prol do desenvolvimento não pode ficar restrito aos acordos políticos.

A ministra alemã apresentou quatro sugestões para melhorar as condições das pesquisas científicas na Europa. Bulmahn reivindicou a criação de uma rede mais rápida e eficiente para a troca de informações entre centros de estudos da Alemanha e da França.

Outra proposta da política alemã é estabelecer uma legislação única para a fiscalização de laboratórios e introdução no mercado de organismos alterados geneticamente. Além disso, o acesso de pesquisadores alemães e franceses aos bancos de dados precisa ser conjunto. O objetivo é criar um arquivo único de experiências e modelos de organismos.

A ministra considera necessária também uma reforma do direito europeu de patentes, com a introdução de um prazo de carência antes do patenteamento definitivo das inovações. "A falta do prazo de carência antes do registro de novas patentes é uma desvantagem da Europa em relação aos Estados Unidos e ao Japão", disse Bulmahn.

De outubro até janeiro muitos grupos teuto-franceses de pesquisa testaram o trabalho em conjunto no desenvolvimento científico de alguns setores. Entre as áreas científicas em prova estiveram a navegação aérea e espacial, estudos climáticos, genética vegetal e nanotecnologia.

Links externos