1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

Alemanha e França não são os pais da família européia, diz Jospin

Primeiro-ministro e candidato a presidente da França, Lionel Jospin, diz que a tradicional aliança entre os dois países não deve excluir outros Estados na UE.

default

Premiê francês, Lionel Jospin, quer dar novo impulso às relações do seu país com a Alemanha.

O conflito no Oriente Médio é um dos principais assuntos do do chanceler federal alemão, Gerhard Schröder, e do primeiro-ministro francês, Lionel Jospin, em um jantar nesta noite de sexta-feira (5), em Berlim. Fontes do governo alemão informaram também que os dois chefes de governo tentarão dar um novo impulso às relações teuto-francesas.

Esse assunto foi abordado por Jospin, numa palestra sobre política européia, para 400 convidados especiais, na catedral francesa de Berlim. Na ocasião, ele sugeriu uma renovação do tratado de amizada entre a Alemanha e a França, para dar também um novo impulso na unidade européia. Jospin aproveita sua visita à Alemanha, a convite do Partido Social Democrático (SPD) de Schröder, para produzir imagens de efeito na sua campanha eleitoral para a Presidência da Françal.

Família européia - O premier francês anunciou que, caso vença o presidente Jacques Chirac na corrida para o Palácio Eliseu, no próximo dia 21 de abril, pretende "controlar a qualidade das relações teuto-francesas". Jospin ressaltou, porém, que a tradicional aliança entre os dois países não deve excluir outros Estados europeus nem formar um "diretório dos grandes" na União Européia.

"A França e a Alemanha não são os pais da família européia", ressaltou o primeiro-ministro francês. Há um consenso entre os chefes de governo francês e alemão de que as relações entre os seus países devem ser frutíferas. Já as relações entre Schröder, que se considera um modernizador, e Jospin, que diz ser "o chefe de governo mais esquerdista da Europa", têm sido complicadas.