1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Alemanha

Alemanha e França confirmam novos focos de gripe aviária

Doença já atinge quatro dos 16 estados alemães. França eleva nível das medidas de prevenção após morte de três cisnes contagiados pelo vírus H5N1.

default

Pato selvagem morto pela gripe aviária na Turíngia

Novos casos de gripe aviária registrados na Alemanha e na França aumentam o temor de que possa ocorrer uma epidemia da doença na Europa. Na estado alemão da Saxônia-Anhalt, o vírus H5N1 foi encontrado em 38 aves silvestres, informou a administração da comarca de Sangerhausen nesta quinta-feira (05/07).

As "vítimas da gripe aviária", nesse caso, estavam entre um total de 200 aves encontradas mortas na região da represa de Kelbra. "Não há perigo para a população", garantiu o veterinário local, Lothar Seibt.

Nas duas últimas semanas, foram descobertos focos do vírus da gripe aviária em quatro estados alemães (Baviera, Saxônia, Turíngia e Saxônia-Anhalt), bem como na França e na República Tcheca.

O Ministério francês da Agricultura confirmou nesta quinta-feira a morte de três cisnes por contágio pelo vírus H5N1, no leste do país. Foram os primeiros casos registrados na França há mais de um ano. O ministério elevou de "moderado" para "alto" o nível de medidas preventivas a um alastramento do vírus. Um total de 98 regiões do país com zonas úmidas foram declaradas áreas de risco.

O ministro alemão da Agricultura, Horst Seehofer, pediu aos governos estaduais, responsáveis pela vigilância sanitária, que não relaxem as medidas de prevenção à gripe aviária, como havia sido planejado em abril passado. Com isso, salvo algumas exceções, as aves domésticas devem permanecer confinadas na Alemanha.

Na Espanha, as autoridades sanitárias também foram solicitadas a aumentar a vigilância em relação a possíveis casos da gripe aviária. (gh)

Leia mais