1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

Alemanha deve classificação aos craques do Leverkusen

Quase a metade da equipe vitoriosa na quarta-feira faz parte do plantel do vice-líder do Campeonato Alemão.

default

Ballack abriu e fechou a goleada sobre a Ucrânia, que classificou a Alemanha para o mundial de 2002

"Triunfo para o Bayer Alemanha." A manchete da página de esportes na edição online da revista Der Spiegel presta tributo ao time dos craques que catapultaram a seleção alemã para a Copa do Mundo de 2002: o Bayer Leverkusen. Quase metade do selecionado alemão em campo na noite da quarta-feira, em Dortmund, faz parte do plantel daquela equipe, da qual o técnico Rudi Völler também é diretor de esportes.

Muito criticados nas últimas semanas, foram exatamente os jogadores Michael Ballack e Oliver Neuville os autores de três dos quatro gols que deram a vitória clara ao selecionado da Alemanha. Além dos dois artilheiros, também são provenientes do Leverkusen o zagueiro Nowotny, o ala direita Schneider e o meio-campista Ramelow, que demonstraram excelente rendimento durante toda a partida.

Os elogios à atuação da Alemanha não se restringiram à imprensa nacional. Também jornais europeus dos países vizinhos louvaram o time de Rudi Völler. Para a Gazzetta dello Sport, na Itália, o time alemão "sufocou" a Ucrânia, enquanto que o Corriere dello Sport afirmou ser um verdadeiro milagre ouvir milhares de alemães cantando Volare no estádio. Já o jornal belga Het Laatste Nieuws acha que os alemães executaram sumariamente os ucranianos, através da "ofensiva relâmpago" liderada por Ballack.

Copa sem cerveja – O comentarista da Spiegel, Thomas Lötz, afirma que a vitória de 4 a 1 sobre a Ucrânia deixou "aliviados" principalmente a Federação Alemã de Futebol (DFB) e as emissoras públicas de televisão, que transmitirão os jogos da Copa do Mundo no ano que vem.

Mas, aludindo à enorme diferença de fusos horários com o Japão e a Coréia do Sul, Lötz ironiza a situação dos alemães: "Somente um grupo no sistema econômico alemão é que estará aborrecido, com razão, apesar de lograda a qualificação para a Copa do Mundo. Os donos de bares e as cervejarias não poderão aderir à euforia no país que já foi tricampeão e deverão sentir-se como vítimas."

Com o início das partidas entre a madrugada e o meio-dia do horário centro-europeu de verão, afirma Lötz, não se pode partir do princípio de que os torcedores alemães se reunirão em grande número nos bares e botequins, consumindo cerveja durante os jogos.

Leia mais

Links externos