1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

Alemanha dá goleada histórica na Arábia

Seleção Alemã estréia com seu melhor resultado em todas as Copas do Mundo. Klose fez, de cabeça, três dos 8 a 0 e lidera artilharia do mundial no Japão e Coréia do Sul.

default

Aos 7 minutos, Jancker (branco)esticou a perna e pôs a bola dentro da rede, mas derrubou Zubromawi e o juiz deu falta

Desacreditada, a Seleção Alemã estreou na Copa do Mundo com uma goleada de 8 a 0 sobre a Arábia Saudita, em Sapporo (Japão), neste sábado. Nunca um selecionado da Alemanha havia obtido placar tão amplo num mundial.

Seu melhor resultado até este sábado era 6 a 0 sobre o México, em 1978. A vitória alemã, porém, não quebrou o recorde da Hungria, que em 1982 arrasou El Salvador com 10 a 1.

Tal como o técnico Rudi Völler desejava, a equipe alemã saiu do estádio coberto Sapporo Dome sem deixar dúvidas sobre o vitorioso da partida. A Arábia Saudita em nenhum momento ameaçou a meta do goleiro Kahn.

Moleza - Sem grande esforço, praticamente em ritmo de treino e fazendo uso de seu melhor preparo físico, maior estatura e experiência, o time alemão impôs seus oito gols quase sem encontrar resistência do país três vezes campeão asiático.

Jancker deveria ter aberto o placar aos 7 minutos. Numa bola atrasada para o goleiro Al-Deayea, o atacante gigante foi mais esperto do que a defesa, esticou a perna e cutucou a bola, que foi parar no fundo da rede saudita. No entanto, em sua manobra, derrubou um zagueiro e o juiz paraguaio Ubaldo Aquino apitou falta, apesar de o alemão ter jogado claramente na bola.

A jogada, porém, já evidenciara como seria fácil chegar ao gol adversário. Quase todas as bolas lançadas para Jancker ou subidas de Ziege pela esquerda e Schneider pela direita punham a defesa saudita a bater cabeças.

Os gols – Aos 20 minutos, Ballack cruzou da esquerda, Jancker errou uma bicicleta e a bola sobrou para Klose que, apesar de franzino, saltou mais alto que seu marcador e abriu o placar. Cinco minutos depois, o atacante do Kaiserslautern ampliou, novamente de cabeça. Ballack e Jancker completaram os gols do primeiro tempo.

Na etapa complementar, a Alemanha entrou – com Jeremies no lugar de Ramelow, no papel de líbero – para administrar o resultado, permitindo um aumento de produção da Arábia Saudita, que insistia em manter três atacantes. Mas a superioridade alemã aos poucos se restabeleceu e a rede árabe balançou mais quatro vezes por intermédio de Klose, do zagueiro Linke, do atacante Bierhoff (que entrara no lugar de Jancker) e do meia direita Schneider (de falta).

Equipe alemã

Kahn; Linke, Ramelow (Jeremies) e Metzelder; Frings, Schneider, Hamann, Ballack e Ziege; Jancker (Bierhoff) e Klose (Neuville)

Leia mais

Links externos